Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

HUMOR

Atriz pernambucana Ademara Barros fecha parceria com produtora de Felipe Neto

Publicado em: 28/08/2020 10:24 | Atualizado em: 28/08/2020 14:42

 (Foto: Reprodução/Instagram @ademaravilha)
Foto: Reprodução/Instagram @ademaravilha


A atriz e jornalista pernambucana Ademara Barros, conhecida por seus vídeos de humor na internet que reúnem sátiras e arquétipos do cotidiano, em sua maioria do imaginário nordestino, firmou parceira com o estúdio de conteúdo Play9, dos empresários João Pedro Paes Leme e Marcus Vinícius Freire e o youtuber Felipe Neto. A empresa é especialista em casos de sucesso na produção e gestão de canais de YouTube, e também na curadoria de projetos digitais em geral. É responsável pelos canais Gioh, Gabriela Prioli, Rafa Kalimann e Bruna Gomes, entre outros.


O convite surpreendeu Ademara, que vem produzindo conteúdo nas redes sociais há quatro meses. "Eu não esperava por isso, comecei de forma despretensiosa. A Play9 me procurou, falaram que estavam observando a minha produção há algum tempo, e ressaltaram o diferencial do meu conteúdo como um produto crítico que vai além do humor, faz uma sátira inteligente com alusão ao cotidiano", conta. A parceria tem o intuito de ajudar a humorista a ampliar sua mensagem, conectar com marcas e desenvolver projetos para diferentes plataformas.

Ainda não estão previstas mudanças na dinâmica na produção dos vídeos da atriz. "Ainda estamos sentindo como essa parceria será desenvolvida. A princípio, vejo como uma possibilidade reverberar o meu trabalho como atriz, produtora de conteúdo e jornalista, enfim, o conjunto das minhas habilidades, além de sofisiticar o conteúdo, com o suporte técnico da empresa", afirma a humorista. De acordo com o head de conteúdo da Play9, Gustavo Serra, Ademara se destaca por ser autoral. "Ela é incrível justamente por ser autoral. Consegue trazer nos seus conteúdos um humor sofisticado, ácido, com uma linguagem e abordagem extremamente simples e popular", ressalta Gustavo. 


Natural de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife, Ademara Barros, conhecida por Ademaravilha, ficou famosa após publicar um vídeo em que dubla o meme de Rayane Menezes, que reclama sobre a prova do ENEM. O conteúdo viralizou e, a partir disso, diversos outros vídeos inundaram as redes, como a repórter sudestina Laura Tampurini. A personagem é uma crítica à forma como o Nordeste é retratado pelo sul do país. Perfis como Mídia Ninja e Recife Ordinário chegaram a republicar o seu trabalho. Em um rápido sucesso, Ademara atingiu mais de 185 mil seguidores no Twitter e Instagram.


"Eu sou acostumada a fazer humor no meu dia a dia, com meus amigos, mas comecei a publicar vídeos há pouco tempo. Apesar de fazer teatro desde os 14 anos, não imaginava que fosse dessa maneira que o teatro fosse se tornar mais presente na minha vida", confessa a humorista. Para ela, o isolamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus contribuiu com a rápida repercussão que seu conteúdo foi difundido. "As pessoas estão consumindo internet de uma maneira diferente, mais intensa, então elas se tornam mais presentes nesse ambiente, consequentemente, se você se propõe a expor uma habilidade com responsabilidade e compromisso, as chances de isso dar certo são maiores", analisa a atriz.

ENCONTRO

Ademara estará nesta sexta-feira (28) no Encontro com Fátima Bernardes, da TV Globo, falando sobre sua trajetória como atriz, a produção de vídeos de humor na internet, os próximos passos da carreira e os episódios de preconceito com a região nordeste que inspiraram os roteiros dos vídeos que ela cria. O programa vai ao ar a partir das 10h.

Ver essa foto no Instagram

Laura e eu, amanhã, no Encontro com Fátima Bernardes %u270C%uFE0F%uD83D%uDE17

Uma publicação compartilhada por Ademara (@ademaravilha) em



HACKERS

Na última semana, a humorista teve suas contas no Instagram e Twitter invadidas por hackers, que criaram perfis falsos e apagaram todas os vídeos produzidos nas páginas. Os seguidores fizeram um multidão para ajudá-la a recuperar o acesso às redes sociais e recebeu o apoio de jornalistas brasileiros, ativistas como Winnie Bueno, o humorista Gregório Duvivier e da página Midia Ninja. As contas hackeados voltaram ao seu domínio no início dessa semana, mas os vídeos publicados estão sendo recuperados aos poucos.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista advogada Rafaella Simonetti do Valle
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
Brasil é vítima de desinformação sobre meio ambiente, diz Bolsonaro
Rhaldney Santos entrevista o empreendedor digital Harry Thorpe, criador da plataforma Miauu
Grupo Diario de Pernambuco