Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

CINEMA

Fundaj realiza live sobre os impactos da pandemia no cinema brasileiro

Publicado em: 27/08/2020 13:26

 (Foto: Fundaj/Divulgação)
Foto: Fundaj/Divulgação
 
Encerrando o ciclo de debates virtuais da série Pandemia e Sociedade, a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) irá debater e avaliar como o campo da indústria audiovisual brasileira está reagindo às dificuldades causadas pela pandemia do novo coronavírus.  Com o tema Os impactos da pandemia da Covid-19 na atividade de cinema no Brasil, a live será transmitida nesta sexta-feira (28), às 10h, no canal da Fundaj no YouTube.
 
O evento virtual contará com a participação de três convidados: Lúcio Aguiar, diretor, roteirista, pesquisador, produtor executivo, controller e assessor em leis de incentivo; Waldemar Dalenogare Neto, pesquisador na área de política e cinema, crítico cinematográfico e consultor de distribuidoras brasileiras; e Mikael de Albuquerque, mestre em Escrita Dramática, bacharel em Cinema e roteirista. O debate será mediado pelo pesquisador do Centro de Estudos em Dinâmicas Sociais e Territoriais (Cedist) da Fundaj, doutor em Sociologia, mestre em Comunicação e Cultura, jornalista e advogado, Augusto Amorim.
 
Na roda de conversa virtual, estão temas como as mudanças de rotina e a nova realidade decorrente da adoção de medidas necessárias ao combate à pandemia. "O tema será trabalhado a partir dos conhecimentos e vivências dentro da área onde cada um trabalha. Teremos visões distintas, de quem lida com a análise do mercado de produção, distribuição e exibição de filmes, com a administração de burocracias e prestações de conta a órgãos estatais, como a Ancine, e de quem é contratado para desenvolver e escrever roteiros", destacou o pesquisador do Cedist, coordenador e mediador do evento, Augusto Amorim.
 
Assim como em outras esferas da sociedade, a indústria cinematográfica tem sido afetada por dificuldades financeiras, estruturais, conjunturais e artísticas. Os cinemas permanecem fechados há mais de quatro meses e as filmagens de produções em curso tiveram seus cronogramas alterados neste período. Isso por causa da adoção de medidas de isolamento social necessárias à segurança sanitária. "Para combater a Covid-19, muitas produções tiveram que ser atrasadas, uma vez que roteiros e protocolos de segurança nos sets de filmagem agora precisam ser adaptados à realidade da pandemia", afirmou o roteirista Mikael de Albuquerque.
 
Serviço
Os impactos da pandemia da Covid-19 na atividade de cinema no Brasil
Quando: Sexta-feira (28), às 10h
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Resumo da semana: acidente em Boa Viagem, aulas liberadas e reinauguração do Geraldão
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #101 Actina e Miosina
Rhaldney Santos entrevista advogada Rafaella Simonetti do Valle
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
Grupo Diario de Pernambuco