Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

OBRA

Xuxa lançará livro infantil com temática LGBTQIA+

Publicado em: 24/07/2020 19:50

 (Foto: Reprodução/Instagram)
Foto: Reprodução/Instagram
Após anunciar que vai encerrar a carreira como cantora em 2021, Xuxa contou ao Otalab - canal de Otaviano Costa no YouTube - que lançará livros para crianças e um deles contará com temática LGBTQIA+. A história será lúdica para “que as crianças possam entender que o amor é o mais importante”, afirmou a apresentadora ao canal. 

"Tem um (dos livros), que é o meu xodó, que é a história da Maia. Uma menina arco-íris, que tem duas mães, que é minha afilhada. Fiz esse livro pensando em tudo o que a gente está passando, tanto preconceito, tanta discriminação, tanta gente julgando as pessoas pelas suas escolhas, condições ou vontades", completou a apresentadora.

A data do lançamento do livro ainda não foi divulgada. Nas redes sociais, a iniciativa de Xuxa foi alvo de aplausos e críticas. Nesta semana, a HBO anunciou que fará um documentário sobre a Rainha dos Baixinhos.

Ver essa foto no Instagram

Olha que lindo o texto que o Ju recebeu de uma seguidora, serve bem para a polêmica do livro que escrevi e que ainda nem saiu.... %uD83C%uDF08%uD83C%uDF08 Eu acredito na cura gay. Sabe quando ela ocorre? Quando, como vi hoje em um post, o pai pede que o filho de%u0302 um beijo no namorado para ele tirar uma foto. Tambe%u0301m ocorre quando o neto pergunta para a avo%u0301: %u201CO que a senhora faria se eu trouxesse meu namorado aqui na sua casa?%u201D E a avo%u0301 responde: %u201CCafe%u0301.%u201D Ou quando algue%u0301m pergunta a uma crianc%u0327a: %u201CO que voce%u0302 acha de um homem se casar com outro homem ou de uma mulher se casar com outra mulher?%u201D e a menininha pergunta: %u201CVai ter bolo?%u201D A cura ocorre, quando a culpa desaparece, quando a pessoa deixa de se sentir errada, quando consegue ser feliz sem medo, sem pensar em doenc%u0327a, ou pecado. A cura vem quando se tira o peso das costas, quando na%u0303o se percebe como o estranho no ninho, quando a pessoa se sente amada. Desse processo de cura precisamos todos no%u0301s. Precisamos nos assumir. Todos no%u0301s. Gordinhos, baixinhos, magrinhos. E o que e%u0301 mais legal e%u0301 que quando eu deixo o outro ser do jeito que que ele quer ser, o mundo fica mais fa%u0301cil para eu ser do jeito que eu quero ser. Esse debate e%u0301 muito importante, pois, como disse um amigo, mostra quanta gente faz parte de um ci%u0301rculo de amor, de pessoas do bem! Alia%u0301s, psico%u0301logos sa%u0303o as pessoas indicadas para ajudar a resolver questo%u0303es mal resolvidas, uma delas e%u0301 %u201CPor que a felicidade dos outros incomoda tanto?%u201D ou %u201CPor que ver pessoas bem resolvidas tira tanto o sossego?%u201D Ai%u0301 sim, tem muita gente precisando de ajuda. (Texto de @renatacortezac )

Uma publicação compartilhada por Xuxa Meneghel (@xuxamenegheloficial) em

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Órfãos da pandemia: um retrato trágico da contaminação pelo novo coronavírus
Escolas particulares se antecipam e já organizam retorno das atividades mesmo sem data para retomada
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
É preciso tocar a vida e se safar deste problema, diz Bolsonaro sobre pandemia
Grupo Diario de Pernambuco