Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

TV

Mulher à frente de seu tempo, Hebe Camargo terá série exibida na Globo

Publicado em: 29/07/2020 13:00 | Atualizado em: 29/07/2020 13:05

 (Foto: Fábio Rocha/Globo
)
Foto: Fábio Rocha/Globo

A coragem, força de vontade e carisma que fez de Hebe Camargo um dos símbolos da televisão brasileira, serão relembrados a partir desta quinta-feira (30), nos dez episódios da série Hebe, que vai ao ar semanalmente na TV Globo, após a novela Fina Estampa. A produção é costurada através das memórias da própria protagonista, com roteiro livre que passeia pelo tempo, contemplando situações vividas pela personagem desde a sua adolescência até o apogeu artístico.

Originalmente lançada pela Globoplay, a série foi criada e escrita por Carolina Kotscho, com direção artística de Maurício Farias e direção de Maria Clara Abreu. De acordo com a autora Carolina Kotscho, a maior dificuldade foi resumir uma carreira e uma vida tão movimentada em dez episódios. "Era um material tão rico, tão denso, que o que eu fiz foi um mergulho muito solto e profundo. Eram mais mais de 3 mil recortes de jornais e revistas, que uma fã guardou, desde que a Hebe estreou no rádio até o final da vida dela. Então, eu tinha a Hebe na primeira pessoa com todas as contradições e todas as exposições dela", lembra.

Para Carolina, o resultado foi emocionante. "Eu fiquei muito emocionada com o resultado porque tudo era um risco enorme. Era um risco você ter um Roberto Carlos que não é ele. Uma Hebe que não é ela. Quando a gente conta a nossa história, a gente não conta ela cronologicamente. Um assunto puxa o outro", analisa. No elenco estão Andrea Beltrão, Valentina Herzage, Marco Ricca, Gabriel Braga Nunes, Danton Mello, Ângelo Antônio, Caio Horowicz, Flávio Migliaccio, Walderéz de Barros, Sandra Corveloni, Daniel de Oliveira, Emílio de Mello, entre outros.

Na série, a atriz Valentina Herzage vive Hebe no período de 1943 a 1954, e Andréa Beltrão, entre 1965 a 2012. Andréa conta assistia aos programas de Hebe com a avó, mas que precisou, estudar, analisar a figura de Hebe e buscar referências para interpretá-la. "Eu me apaixonei por ela, pela coragem de ser quem era. Foi muito difícil interpretá-la, mas me senti muito apoiada pela equipe de criação e tudo foi levado para que a gente chagasse a um lugar de interpretação e releitura livre dessa mulher. Esse trabalho teve essa alegria de conseguir construir uma mulher que era mãe, era filha, era careta e queria ser livre", pontuou a atriz. Personagem central na vida de Hebe, Lélio Ravagnani, seu segundo marido, é interpretado na série por Marco Ricca. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #392 Sucessão ecológica
Rhaldney Santos entrevista a pré-candidata à prefeitura do Recife Marília Arraes
A nova cara da Conde da Boa Vista, velha conhecida dos recifenses
Rhaldney Santos entrevista o pré-candidato à prefeitura do Recife  Túlio Gadêlha
Grupo Diario de Pernambuco