Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

Presidente da Fundação Palmares diz que Black Lives Matter piorou o racismo

Por: FolhaPress

Publicado em: 23/07/2020 09:07 | Atualizado em: 23/07/2020 09:26

 (Foto: Reprodução/Internet)
Foto: Reprodução/Internet

O presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, escreveu no Twitter que o movimento antirracista Black Lives Matter (Vidas Negras Importam) é um "lixo esquerdopata". Referindo-se ao movimento que ganhou ainda mais força nos Estados Unidos depois da morte de George Floyd em maio deste ano, mas sem apresentar qualquer dado ou prova, Camargo disse que o "saldo é de piora do racismo, saques, vandalismo e mortes".

Porém, o presidente da Fundação Palmares não especificou qualquer dado que pudesse corroborar sua avaliação. Ele ainda citou "agressões em número assustador" de membros do Black Lives Matter contra opositores, mas não apresentou indícios ou provas de que de fato isso ocorreu. "Saldo do Black Lives Matter: piora do racismo nos EUA, saques, vandalismo e mortes; o legado de Martin Luther King aviltado por pretos tão raivosos quanto ignorantes. O BLM é lixo esquerdopata!", escreveu.

"Em tempo: faltou mencionar as covardes agressões de membros do Black Lives Matter contra brancos e pretos que se opõem; ocorrem em número assustador nos EUA. É um dos movimentos mais violentos e hipócritas já criados pela "revolução cultural" da esquerda. O racismo agradece", completou.

O movimento Black Lives Matter, que combate a discriminação racial, ganhou força neste ano depois da morte de George Floyd, um homem afro-americano que foi assassinado por um policial branco. Floyd morreu sufocado depois que ao, imobilizá-lo, o policial apoiou o joelho sobre seu pescoço durante uma operação no final de maio, em Minneapolis, nos Estados Unidos. A comoção pelo assassinato gerou manifestações antirracistas em todo o mundo, mas especialmente nos Estados Unidos.

Diversas cidades americanas foram palco de protestos contra discriminação racial e a brutalidade policial. Alguns incidentes de vandalismo e saques foram registrados e manifestantes foram presos. Histórico de polêmicas O jornalista Sérgio Camargo foi nomeado presidente da Fundação Palmares em novembro do ano passado. Ele chegou a ter sua nomeação suspensa por decisão judicial, mas voltou à presidência em fevereiro, depois de uma liberação do STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Em maio, novamente o STJ recusou um pedido de afastamento feito pela Rede Sustentabilidade. No início de junho, Camargo voltou a causar polêmica ao ter os áudios de uma reunião vazados. Neles, além de chamar os movimentos negros de "escória maldita", ele também ofende a mãe de santo Adna dos Santos, chamando-a de "uma filha da puta de uma macumbeira".

Mais recentemente, atacou a cantora Alcione pelo Twitter, respondendo às críticas dela sobre suas posturas. Camargo disse que desprezava a "música insuportável" de Alcione, assim como suas declarações. Em outra declaração recente, Camargo disse que os movimentos negros eram formados por um "conjunto de escravos ideológicos da esquerda".



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Erro ao renderizar o portlet: N19 - CORPO - Vídeos PECOM

Erro: 'latin-1' codec can't encode character u'\u2018' in position 882: ordinal not in range(256)
Grupo Diario de Pernambuco