Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

CINEMA

Pernambucano Kleber Mendonça Filho integra júri do Festival de Curtas de São Paulo

Publicado em: 29/07/2020 12:10

O júri é composto, ainda, pela atriz Camila Pitanga e a cineasta Susanna Lira  (Foto: Divulgação)
O júri é composto, ainda, pela atriz Camila Pitanga e a cineasta Susanna Lira (Foto: Divulgação)

O Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo (Curta Kinoforum) que este ano acontece de forma virtual entre os dias 20 a 30 de agosto, anunciou a composição dos júris de suas duas competições. A atriz Camila Pitanga, o diretor pernambucano Kleber Mendonça Filho (Bacurau) e a diretora Susanna Lira (Torre das donzelas) foram os escolhidos para analisar as produções nacionais. O Prêmio Revelação, que julga produções estudantis, tem será representato pelos jornalistas Cássio Starling Carlos, Flávia Guerra e Mariana Queen Nwabasili. A programação é gratuita e poderá ser conferida através do site do Festival.

O evento terá uma programação "prévia" nos dias 6 e 13 de agosto, com exibições de curtas históricos e lives com seus realizadores. No programa especial 'Criatividade em Tempo de Crise' serão relembrados alguns dos mais importantes cineastas revelados durante a denominada 'Primavera do Curta' (1986 - 1996) e exibe sete filmes históricos, clássicos do formato. Para participar das lives e assistir aos curtas, é necessário cadastro prévio no site do Festival que está aberto a partir do dia 5 de agosto.

Na próxima quinta-feira, dia 6 de agosto, a partir das 19h, serão disponibilizados Cartão vermelho, de Laís Bodanzky, Viver a vida, de Tata Amaral, e Ilha das flores, de Jorge Furtado. No dia 13 de agosto, estará disponível Dov'è meneghetti?, de Beto Brant, A mulher fatal encontra o homem ideal, de Carla Camurati, A origem dos bebês segundo Kiki Cavalcanti, de Anna Muylaert, e Frankstein punk, de Cao Hamburger e Eliana Fonseca, a partir das 19h. 

Entre outras questões, os debates têm como pauta a criação, produção e circulação de curta-metragens durante o período de crise aguda na produção cinematográfica brasileira provocada pela pandemia e que lições pode-se extrair deste momento.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
OMS alerta que talvez não haja solução para pandemia
Informação é a melhor arma contra o câncer de cabeça e pescoço
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #392 Sucessão ecológica
Rhaldney Santos entrevista o pré-candidato à prefeitura do Recife  Túlio Gadêlha
Grupo Diario de Pernambuco