Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

Cinema

Alan Parker, diretor de Mississipi em Chamas e Evita, morre aos 76 anos

Por: FolhaPress

Por: AFP

Publicado em: 31/07/2020 14:58

 (Foto: Carl Court/AFP)
Foto: Carl Court/AFP

O cineasta britânico Alan Parker morreu na manhã desta sexta-feira (31), aos 76 anos. A informação foi confirmada pelo British Film Institute, que afirmou que Parker lutava há anos com uma doença não especificada. Diretor de obras marcantes como Mississippi em Chamas, de 1988, e O Expresso da Meia-Noite, de 1978, Parker também trabalhou como roteirista e foi indicado duas vezes ao Oscar pela direção desses dois longas.

O britânico também ficou conhecido por seu trabalho à frente de filmes musicais, como Evita, que Madonna estrelou em 1996, Fama, de 1980, e o icônico Pink Floyd - The Wall, de 1982.

Parker morreu "após uma longa doença", disse a família em um comunicado. Um cineasta que rejeitou adjetivos, Parker fez seu nome na década de 1970, pulando de gênero em gênero sem hesitação, da comédia musical Bugsy Malone, seu primeiro filme, ao cinema severo e comprometido de O expresso da meia-noite (1978), sobre a dura realidade das prisões turcas. 

Em 1980, ele teve um enorme sucesso com Fama, outro musical que se tornou uma série de televisão, e repetiu dois anos depois com The wall, outro musical com grande impacto visual por sua dureza, baseado no duplo álbum musical do Pink Floyd.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
OMS alerta que talvez não haja solução para pandemia
Informação é a melhor arma contra o câncer de cabeça e pescoço
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #392 Sucessão ecológica
Rhaldney Santos entrevista o pré-candidato à prefeitura do Recife  Túlio Gadêlha
Grupo Diario de Pernambuco