Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

PERÍODO

Pedro Bial diz que teve dificuldade de lidar com 'haters' quando apresentava o 'BBB'

Por: FolhaPress

Publicado em: 16/06/2020 22:21

 (Foto: Ramon Vasconcelos / TV Globo/Divulgação
)
Foto: Ramon Vasconcelos / TV Globo/Divulgação
Pedro Bial, 62, confessou que sua relação com a internet não era muito boa na época em que apresentava o "Big Brother Brasil". O jornalista apresentou o reality show da Globo entre 2002 e 2016 e diz que, desde meados de 2009, quando começou a usar redes sociais, passou a sofrer com as críticas que recebia.

"Eu tive uma primeira exposição às redes sociais um pouco traumática", afirmou em bate-papo com a influenciadora Camila Coutinho, 32, no perfil dela no Instagram. "Eu não conseguia lidar muito bem com os haters, como se diz."

Depois desse início complicado, o jornalista diz que hoje é adepto das mídias sociais, mas que se mantém reservado. Para ele, a rapidez da internet é um prato cheio para condutas pouco saudáveis, já que não há tempo para que as pessoas possam refletir sobre o que estão falando. "Pensar é devagar. Para se pensar direito tem que pensar devagar", avaliou.

Por outro lado, ele também vê as vantagens do meio digital, como na volta do "Conversa com Bial" à grade da Globo com entrevistas feitas à distância.

O apresentador também disse que está aproveitando o isolamento social causado pela pandemia de Covid-19 para curtir as filhas Laura, de dois anos, e a Dora, de seis meses. "Está sendo uma quarentena leve, com dois bebês e minha mulher [a jornalista Maria Prata] em um casamento feliz", garante.

Ele ainda refletiu como vai explicar, no futuro, para a caçula tudo o que está acontecendo no mundo neste momento.

"Quando você nasceu, no dia 15 de dezembro, em algum lugar da China, um bichinho muito pequenininho (não é nem bichinho) uma coisinha chamada vírus, que vivia lá com os bichos...ele pulou pra gente. E não estávamos acostumados com aquilo e muita gente ficou doente", disse. "E principalmente uma pessoa doente fazia várias outras perto dela ficarem doentes também. E o mundo teve que parar, filha. E todo mundo teve que se proteger e ficar em casa. E foi muito ruim, morreu muita gente. Foi muito difícil. Mas eu, o seu papai, não tenho o que reclamar. Eu não pude sair de casa e pude ficar bastante tempo com você pequenininha."
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Destaques da semana: caso Miguel, Decotelli fora do MEC e retorno do Campeonato Pernambucano vetado
Inscrições para o Vestibular 2020.2 da Unicap vão até 15 de julho
Um mês sem Miguel : tudo que fazia era por ele, diz Mirtes
03/07 Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Grupo Diario de Pernambuco