Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

TROCA

Lady Antebellum anuncia mudança de nome para evitar associação racista

Publicado em: 11/06/2020 19:16 | Atualizado em: 11/06/2020 19:23

Trio é responsável por sucessos como Need you now e Just a kiss (Foto: Divulgação )
Trio é responsável por sucessos como Need you now e Just a kiss (Foto: Divulgação )
Seguindo a onda dos movimentos antirracistas que se iniciaram nos Estados Unidos após a morte de George Floyd, a banda country norte-americana Lady Antebellum comunicou que irá trocar de nome. A partir de agora, o trio passa a se chamar Lady A, apelido dado pelos fãs ainda no início da carreira do grupo, responsável por sucessos como Need you now e Just a kiss.

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (11), através do perfil oficial do grupo no Instagram. Na publicação, eles justificaram a mudança como uma forma de evitar associação do trio com o período da escravidão nos EUA. A palavra "antebellum" significa "antes de uma guerra" e é associada período anterior à Guerra Civil americana, quando a prática ainda era permitida no país.

A banda explica ainda que o nome do grupo foi escolhido por causa do estilo da casa onde tiraram suas primeiras fotos com um trio. 

"Observamos e ouvimos mais do que nunca essas últimas semanas, e nosso corações foram agitados com convicção, nossos corações abertos às injustiças, desigualdade e preconceitos mulheres e homens negros sempre enfrentaram e continuam a encarar todos os dias. Agora, esses pontos cegos que nem sabíamos que existiam foram revelados", escreveu o grupo na publicação.

"Depois de muita reflexão pessoa, discussão da banda, orações e conversas honestas com alguns de nossos amigos e colegas negros mais próximos, decidimos tirar a palavra 'antebellum' de nosso nome e seguir em frente como Lady A, o apelido que nossos fãs nos deram quase desde o começo".
Ver essa foto no Instagram

Dear Fans,%u2063%u2063%u2063 %u2063%u2063%u2063 As a band, we have strived for our music to be a refuge%u2026inclusive of all. We%u2019ve watched and listened more than ever these last few weeks, and our hearts have been stirred with conviction, our eyes opened wide to the injustices, inequality and biases Black women and men have always faced and continue to face everyday. Now, blindspots we didn%u2019t even know existed have been revealed.%u2063%u2063%u2063 %u2063%u2063%u2063 After much personal reflection, band discussion, prayer and many honest conversations with some of our closest Black friends and colleagues, we have decided to drop the word %u201Cantebellum%u201D from our name and move forward as Lady A, the nickname our fans gave us almost from the start.%u2063%u2063%u2063 %u2063%u2063%u2063 When we set out together almost 14 years ago, we named our band after the southern %u201Cantebellum%u201D style home where we took our first photos. As musicians, it reminded us of all the music born in the south that influenced us%u2026Southern Rock, Blues, R&B, Gospel and of course Country. But we are regretful and embarrassed to say that we did not take into account the associations that weigh down this word referring to the period of history before The Civil War, which includes slavery. We are deeply sorry for the hurt this has caused and for anyone who has felt unsafe, unseen or unvalued. Causing pain was never our hearts%u2019 intention, but it doesn%u2019t change the fact that indeed, it did just that. So today, we speak up and make a change. We hope you will dig in and join us.%u2063%u2063%u2063 %u2063 We feel like we have been Awakened, but this is just one step. There are countless more that need to be taken. We want to do better. We are committed to examining our individual and collective impact and making the necessary changes to practice antiracism. We will continue to educate ourselves, have hard conversations and search the parts of our hearts that need pruning%u2014to grow into better humans, better neighbors. Our next outward step will be a donation to the Equal Justice Initiative through LadyAID. Our prayer is that if we lead by example%u2026with humility, love, empathy and action%u2026we can be better allies to those suffering from spoken and unspoken injustices, while influencing our children & generations to come.

Uma publicação compartilhada por Lady A (@ladyantebellum) em

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Destaques da semana: caso Miguel, Decotelli fora do MEC e retorno do Campeonato Pernambucano vetado
Inscrições para o Vestibular 2020.2 da Unicap vão até 15 de julho
Um mês sem Miguel : tudo que fazia era por ele, diz Mirtes
03/07 Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Grupo Diario de Pernambuco