Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

Teatro

Em pandemia, Cirque Du Soleil tenta acordo judicial para evitar falência

Publicado em: 30/06/2020 15:01

 (Foto: Peter Parks/AFP
)
Foto: Peter Parks/AFP

Com a crise financeira gerada pelo coronavírus em todo o mundo, a companhia Cirque du Soleil admitiu ter demitido mais de 3,5 mil funcionários e também que está na iminência de declarar falência. "Nos últimos 36 anos, o Cirque du Soleil foi uma organização altamente lucrativa e de sucesso", lembrou o CEO da empresa, Daniel Lamarre, em comunicado oficial. 

No entanto, a empresa, sediada no Canadá, entrou em negociação judicial para evitar a falência e para tentar um acordo com os credores. Segundo a CNN EUA, a estimativa total das dívidas da empresa ultrapassam US$ 1 bilhão. “Com receita zero desde o fechamento forçado dos nossos shows devido à covid-19, a diretoria teve que agir com firmeza para proteger o futuro da empresa”, explicou Lamarre.

Desde março, 44 shows foram cancelados. Por isso, a negociação com a justiça canadense utiliza do princípio que a nova pandemia afetou diretamente a produção de espetáculos e que, em muitos anos, a empresa se mantinha de forma estruturada. O acordo em andamento menciona US$ 200 milhões do governo do país e US$ 100 milhões para tentar manter o desenvolvimento da empresa.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Destaques da semana: caso Miguel, Decotelli fora do MEC e retorno do Campeonato Pernambucano vetado
Inscrições para o Vestibular 2020.2 da Unicap vão até 15 de julho
Um mês sem Miguel : tudo que fazia era por ele, diz Mirtes
03/07 Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Grupo Diario de Pernambuco