Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

ROUBO

Casa de Pedro Scooby é assaltada no Rio, e funcionária idosa é agredida

Por: FolhaPress

Publicado em: 16/06/2020 08:40

 (Foto: Reprodução/Instagram)
Foto: Reprodução/Instagram
Pedro Scooby, 31, contou na noite desta segunda-feira (15) que a sua casa localizada em Curicica, no Rio, foi assaltada, e uma idosa que trabalha com a família dele foi agredida pelos bandidos.
 
"Se fosse só as coisas que roubaram tudo bem, a gente recupera, mas agrediram uma senhora que trabalha lá em casa. Muito triste. No meio dessa pandemia que a gente está vivendo um turbilhão de coisas e saber que ainda tem gente maldosa por aí", afirmou ele, em vídeos publicados no Stories do Instagram.
 
No momento, Scooby está em Portugal com os três filhos, Dom, 8, e os gêmeos Bem e Liz, 4, e a mulher, a modelo Cíntia Dicker. Ele falou que a senhora agredida está bem, e disse que nem a sua mãe nem o seu avô de 96 anos estavam no local durante o assalto.
 
"Dos males, o menor. A minha mãe está aqui comigo, meu avô estava viajando, mas está tudo bem. A senhora que trabalha lá com a gente está bem. Sei lá, se fosse meu avô, que está com 96 anos e tomasse um tampa, não sei o que poderia acontecer com ele, que já está velhinho, fraquinho", disse.
 
Na manhã desta terça-feira (16), ele publicou no Instagram imagens que parecem ser do circuito de câmeras de segurança e seriam dos dois suspeitos de praticarem o assalto deixando a casa. Os dois homens usam máscaras e sobem em uma moto. Scooby pediu para quem tiver informações, mandar mensagem direta para ele na rede social. O surfista afirmou ainda que vai se dividir entre Portugal e o Rio de Janeiro.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Músico vence limitações do distanciamento social oferecendo shows particulares por encomenda
Destaques da semana: caso Miguel, Decotelli fora do MEC e retorno do Campeonato Pernambucano vetado
Inscrições para o Vestibular 2020.2 da Unicap vão até 15 de julho
Um mês sem Miguel : tudo que fazia era por ele, diz Mirtes
Grupo Diario de Pernambuco