Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

Música

Pernambucano Júlio Ferraz flerta com o tropicalismo em novo EP

Publicado em: 09/04/2020 16:14

 (Foto: Giselle Rosa/Divulgação)
Foto: Giselle Rosa/Divulgação
O cantor, músico e compositor pernambucano Júlio Ferraz lançou, em outubro de 2019, o EP Capital da esperança (Gravadora Discobertas). Com produção e direção musical do próprio artista, o projeto mostra novos caminhos de sua carreira, flertando com música brasileira, indo do samba à psicodelia, passando por elementos do barraco e arranjos com arquiteturas que evocam maestros tropicalistas.

Gravado com um time que traz músicos que o acompanham desde sua estréia solo em 2016, Capital esperança ainda traz uma singela homenagem ao compositor Ruy Maurity em Artimanhas de Lourenço, Filho de Serafim. "Adicionamos um arranjo que busca dar um abraço de gratidão ao músico e compositor por suas belíssimas obras, que em tantos momentos estiveram e estão comigo. O EP é um trabalho onde exploramos uma instrumentação bem mais peculiar, um formato inédito em relação aos álbuns anteriores, com cenas que surgem em dias chuvosos no Brasil da hoje", conta Júlio Ferraz.

Capital esperança é o quarto trabalho solo de Ferraz, sendo seu segundo EP. "Ele foi produzido em um momento de muita luz pessoal, após um quase encontro com as trevas do meu espírito. A produção durou cerca de três meses, onde tive o prazer de ter ao meu lado parceiros musicais como Nana Milet e Yargo Feghali, que estão comigo desde o meu primeiro trabalho solo", complementa o artista, que tem feito transmissões ao vivo na quarentena ocasionada pelo novo coronavírus em seu Instagram (@julio.ferraz.official).

Ouça Capial da Esperança: 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Estados Unidos podem ser novo epicentro do vírus
Coronavírus em Pernambuco - resumo de 24/03/2020
Moda: aproveite o tempo em casa para desenvolver seu estilo pessoal
Chefe da ONU pede cessar-fogo imediato e global diante do avanço do coronavírus
Grupo Diario de Pernambuco