Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

Teatro

João Falcão retorna a Pernambuco com espetáculo inspirado no hindu

Publicado em: 13/03/2020 11:52

Leandro Villa e Daniel Farias, protagonistas da peça. (Foto: Flora Negri/Divulgação)
Leandro Villa e Daniel Farias, protagonistas da peça. (Foto: Flora Negri/Divulgação)

"Que Deus sou eu?", questiona o diretor pernambucano João Falcão no título do seu novo espetáculo. A montagem, livremente inspirada na obra do Bhagavad Gita, um livro hindu sagrado, narra o encontro entre Krishna (Leandro Villa) e Arjuna (Daniel Farias) no campo de batalha. "Arjuna, um guerreiro, é preparado a vida inteira para resgatar o trono. Na hora da guerra, ele não quer mais, ‘amarela’, por temer matar as pessoas que conhece. Felizmente, tem o amigo e sábio Krishna, que está ao lado dele, e a peça é guiada pela conversa entre os dois", explica João, que passeia, em cena, entre o passado e o presente com tons de humor e filosofia. O espetáculo será apresentado neste sábado (14) e domingo (15), no Teatro Santa Isabel, no Centro do Recife.

Mais do que o encontro, a peça reflete sobre o autoconhecimento e a insegurança de seguir em frente em situações decisivas. "É uma discussão sobre o que fazer, sobretudo quando se quer muito uma coisa, e na hora ter dúvidas. É quase uma história de aventura dentro de uma situação emblemática para falar de ser feliz, de buscar compreender o que ele próprio espera de si e que Deus é esse que está dentro dele", conta o diretor, cujo último trabalho apresentado no Recife foi há três anos, com o espetáculo Dorinha, meu amor.

Que Deus sou eu é uma nova versão de Dhrama, lançada por João Falcão em 2007, com o mesmo texto e com Alinne Moraes no papel de Krishna. "Eu me sinto mais preparado do que em 2007, tenho estudado muito o tema e tenho mais experiência de vida. Mudou também a estética e os atores. Krishna é um Deus com muita beleza, o fiz mulher no primeiro espetáculo e agora um homem", explica. A trilha sonora foi composta por Rico Viana especialmente para o espetáculo.

Leandro Villa e Daniel Farias, protagonistas da peça. (Foto: Flora Negri/Divulgação)
Leandro Villa e Daniel Farias, protagonistas da peça. (Foto: Flora Negri/Divulgação)
Muito mais ao acaso, o diretor viajou para Salvador, há dois anos, e o que seria apenas um passeio rendeu a ideia da nova montagem, com novos protagonistas e uma relação diferente com a religiosidade. "Na Bahia, as pessoas falam de Deus e religião na mesa do bar, está no cotidiano. A música lá é até meio gospel, eles têm uma maneira mais próxima de tratar Deus. Então, foi um momento de me dedicar à espiritualidade, e a filosofia não deixa de ter a relação com religião", afirma. "A gente está precisando de força individual e paz para se juntar e virar uma sociedade mais fraterna. Divindade e humanidade são coisas muito próximas. É isso que eu quero mostrar."

Pernambucano, Falcão vem ao Recife anualmente para visitar a família e se conectar com a cidade. “Eu morava em uma usina de cana de açúcar em Tiúma, em São Lourenço da Mata, e lá era tudo muito rural. Entre os 10 e 13 anos, comecei a fazer viagens diárias para estudar no Recife. Era a cidade grande que eu sonhava, mas eu me sentia um estrangeiro, acho que até hoje ainda sinto e fico querendo conquistar”, conta o artista, que passou a morar efetivamente no Recife aos 13 anos, cursou arquitetura e seguiu os primeiros passos no teatro com o musical Muito pelo contrário (1981), autoral e distante das formalidades. Atualmente, mora em Salvador, depois de viver anos no Rio. Com quase quatro décadas de carreira e mais de 40 peças, João Falcão é uma referência do teatro no país, destacando-se, ainda, na televisão e no cinema.

SERVIÇO
Que Deus Sou Eu, de João Falcão
Quando: sábado, às 20h, e domingo, às 19h.
Onde: Teatro de Santa Isabel (Praça da República, 233, Santo Antônio).
Quanto: R$ 80 (inteira), R$ 50 + 1 kg de alimento (social) e R$ 40 (meia).
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Estados Unidos podem ser novo epicentro do vírus
Coronavírus em Pernambuco - resumo de 24/03/2020
Moda: aproveite o tempo em casa para desenvolver seu estilo pessoal
Chefe da ONU pede cessar-fogo imediato e global diante do avanço do coronavírus
Grupo Diario de Pernambuco