Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

Cinema

Harvey Weinstein é condenado a 23 anos de prisão por estupro e agressão sexual

Publicado em: 11/03/2020 12:47

Harvey Weinstein chegando na Suprema Corte de Manhattan em 24 de janeiro de 2020, no segundo dia em seu julgamento. (Foto: A. Clary/AFP)
Harvey Weinstein chegando na Suprema Corte de Manhattan em 24 de janeiro de 2020, no segundo dia em seu julgamento. (Foto: A. Clary/AFP)
Harvey Weinstein, ex-produtor de Hollywood, foi sentenciado nesta quarta-feira (11) a 23 anos de prisão pelo juiz James Burke, de Manhattan, depois de ter sido condenado por agressão sexual e estupro há duas semanas. O famoso magnata de Hollywood, de 67 anos, enfrentava uma pena mínima de cinco anos e máxima de 29 anos de prisão. Ele foi declarado culpado em 24 de fevereiro.

A decisão marca o desfecho do emblemático movimento #MeToo, em que várias mulheres do entretenimento denunciaram abusos, assédios e importunações sexuais de Weinstein e outros grandes nomes da indústria. 

O júri considerou Weinstein culpado de agressão sexual em primeiro grau por praticar sexo oral forçado na ex-assistente de produção Mimi Haleyi, em julho de 2006. O produtor de filmes como Pulp Fiction e Shakespeare Apaixonado também foi declarado culpado de estupro em terceiro grau da ex-atriz Jessica Mann, em um crime de março de 2013.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Estados Unidos podem ser novo epicentro do vírus
Coronavírus em Pernambuco - resumo de 24/03/2020
Moda: aproveite o tempo em casa para desenvolver seu estilo pessoal
Chefe da ONU pede cessar-fogo imediato e global diante do avanço do coronavírus
Grupo Diario de Pernambuco