Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

TV

BBB20: Após eliminação de Pyong, participantes suspeitam de paredão falso

Publicado em: 18/03/2020 09:20 | Atualizado em: 18/03/2020 10:36

Na discussão, os brothers se recusaram a acreditar na força de Babu. (Foto: Rede Globo/Reprodução)
Na discussão, os brothers se recusaram a acreditar na força de Babu. (Foto: Rede Globo/Reprodução)
Desconfiados com a eliminação de Pyong do BBB20, na noite de terça-feira (17), alguns confinados começaram a especular que o Paredão entre Babu, Pyong e Rafa era falso. Na discussão, os brothers se recusaram a acreditar na força de Babu e suspeitaram até que o coronavírus poderia ser parte da farsa. 
 
A suspeita começou quando Manu disse: "Colocando um pouquinho de teoria da conspiração, ele seria a melhor pessoa possível para ir para um Paredão falso. Porque ele ia causar a sensação na gente de não saber realmente se é muito coerente ele sair, ou se é nada coerente ele sair". 
 
Logo depois, Marcela afirmou que não consegue acreditar e que vai continuar esperando pela volta de Pyong. Manu, então, aponta: "Eu estou com essa sensação também, de verdade. Porque a gente conheceu ele, e a gente sabe as intenções, a gente sabe tudo. A gente viu muito além do jogador. Eu vou esperar".
 
A médica Marcela também chegou a suspeitar que a conversa sobre coronavírus fazia parte do suposto paredão falso.  Também na suspeita de paredão falso, Prior disse que mesmo se Pyong estiver realmente confinado e assistindo tudo, não mudará sua postura em relação ao brother: "Se for, e ele estiver assistindo, continuo falando as mesmas coisas".
 
 
 
 
TAGS: marcela | falso | paredão | pyong | 20 | bbb |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Estados Unidos podem ser novo epicentro do vírus
Coronavírus em Pernambuco - resumo de 24/03/2020
Moda: aproveite o tempo em casa para desenvolver seu estilo pessoal
Chefe da ONU pede cessar-fogo imediato e global diante do avanço do coronavírus
Grupo Diario de Pernambuco