Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

Mais três dias de natureza e arquitetura na CasaCor PE

Publicado em: 01/11/2019 17:39 | Atualizado em: 01/11/2019 17:46

Foto: Bruna Costa / DP Foto

A CasaCor Pernambuco 2019 chega ao fim no próximo domingo (03). O evento, que teve como tema principal Planeta Casa, reuniu diversos profissionais da área em 40 ambientes projetados para mostrar não apenas o tema central, mas também um pouco de cada arquiteto envolvido e dos artistas pernambucanos nos detalhes.
 
Os últimos dias da CasaCor Pernambuco prometem atrair ainda diversas pessoas. Durante o evento foi possível observar o cuidado dos arquitetos em transmitir o que de melhor podem fazer, exaltando a natureza como um dos temas principais. Prova disso é a Sala de Convívio da arquiteta Ju Nejaim.
 
Arquiteta Ju Nejaim, responsável pelo Espaço do Convívio na CasaCor PE. Foto: Bruna Costa / DP Foto
 
 
Por ser um corredor estreito e comprido, o desafio pode parecer maior, mas só pode. A arquiteta planejou o espaço de uma maneira que exaltasse a comodidade e o conforto da família. "Passei cerca de um mês estudando o espaço antes de começar a criar. A ideia foi mostrar às pessoas um lugar bacana em uma área de 18 m²", aponta Ju Nejaim.
 
Pensado para agregar diversos espaços em um, as paredes longitudinais opostas trazem diferenças que se completam no projeto. "A ideia foi passar a sensação de aconchego com as cores branco e madeira, além do verde da foto de Bruno Lima que chama a atenção e dá um toque especial ao ambiente", revela a arquiteta.
 
Foto: Bruna Costa / DP Foto
 
 
A foto mencionada foi tirada de baixo para cima e ampliada em três quadros, passando a sensação para quem senta no sofá de estar embaixo da árvore. Quem visitou a edição de 2018 pode ter estranha a grande diferença nas propostas para o mesmo espaço, mas Ju explica a decisão. "Decidi fazer o oposto da proposta anterior, justamente para dar esse impacto. Enquanto no ano passado esse corredor estava escuro, com predominância de preto, resolvi apostar no branco", enfatiza.
 
A versatilidade é outro ponto alto do ambiente. "Ele pode ser uma sala ou uma varanda. Agrega ainda uma área para leitura, jogos, filme ou reunir uns poucos amigos para tomar um café. Madeira, vidro, o preto e o branco são predominantes no ambiente e prova que materiais diferentes e cores opostas podem ser bem utilizadas na arquitetura", finaliza Ju Nejaim.
 
Foto: Bruna Costa / DP Foto
 
 
Outro espaço que também aposta na mistura de materiais é a sala de jantar da arquiteta Marýlia Nogueira. Com 30 m², o ambiente aposta na arte e apresenta um projeto mais delicado com destaque para a iluminação estratégica.
 
Foto: Bruna Costa / DP Foto
 
 
O que mais chama a atenção no ambiente, além da predominância da cor dourada, são os móveis utilizados. A mesa central conta com diversos tipos de bancos e cadeiras que funcionam como uma galeria, com peças expostas ainda nos armários laterais, mas com toda a funcionalidade de uma sala de jantar. "Decidi trazer a arte para o ambiente para dar personalidade e um ar de contemporaneidade ao local. O que você traz para dentro de casa diz muito sobre o dono do lar. Uma casa sem marcas de individualidade e originalidade parece vazia, fria e impessoal", comenta a arquiteta. Entre os artistas escolhidos para ter peças expostas no ambiente estão os pernambucanos Daniel Cavalcanti e André Nóbrega.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Primeira Pessoa com Sam Nóbrega
O esforço de Guilherme e a rede de solidariedade que surgiu
Sobre Vidas: Natanael Ramos e Gil Sormany
Salão de Tóquio: Mitsubishi 2020
Grupo Diario de Pernambuco