Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

MÚSICA

Levantamento mostra os ritmos preferidos dos brasileiros; confira!

Publicado em: 03/11/2019 17:07

Foto: Pixabay/Reprodução
A música sertaneja vive, há alguns anos, um momento de destaque no cenário musical. O ritmo domina as paradas nas plataformas digitais, nas rádios e também na televisão, onde é constante a presença dos artistas do gênero como convidados nos programas de tevê. Estudo divulgado neste ano pela agência de pesquisa de mercado e inteligência Hello Research corrobora com essa hegemonia do gênero.

O projeto Hello Monitor Brasil analisou o gosto musical da população brasileira. A pesquisa foi dividida pelas cinco regiões do país, onde foram entrevistadas 1.230 pessoas em 75 municípios. Essas pessoas responderam a seguinte pergunta: “Que gêneros musicais você costuma ouvir?”. Cada participante, respondeu, em média, três estilos musicais. O resultado final da pesquisa mostra que o sertanejo está entre os estilos musicais preferidos pelos brasileiros.

No Centro-Oeste, a região que mais abriga representantes do estilo, a exemplo de nomes como Jorge & Mateus (GO - foto), Marília Mendonça (GO) e Luan Santana (MS), a música sertaneja foi citada por 87% dos entrevistados. O ritmo é seguido da MPB, com 47%, e do gospel, com 39%. “A música sertaneja prevalece para quase nove de cada 10 pessoas no Centro-Oeste. Mas, outras cenas bem importantes aparecem, como o interesse pela MPB e pela música gospel. Também tivemos menções interessantes para o rock (lembrado por 33%), o reggae (24%) e a música eletrônica (21%)”, comenta Davi Bertoncello, CEO da agência de pesquisa de mercado e inteligência Hello Research.

A música sertaneja também esteve na preferência do Sudeste, região em que o estilo musical conseguiu uma inserção nos últimos anos. O Rio de Janeiro, por exemplo, foi cenário de gravações de DVDs de artistas do estilo, como Matheus & Kauan, Wesley Safadão, Felipe Araújo, Naiara Azevedo e Henrique & Diego. De acordo com a pesquisa, o sertanejo foi apontado por 55% dos entrevistados como o preferido, ocupando a primeira posição. Em seguida, aparecem o pagode, com 24%, e o pop, com 23%, sempre lembrando que os entrevistados tinham pelo menos três opções para escolher.

“A gente ainda está vivendo o auge do sertanejo, no formato de popularização, muito diferente do original e criado muitos anos atrás no Centro-Oeste. A pesquisa também mostra que há uma preferência ainda pelo “radinho”, por mais que os streamings tenham crescido de forma vertiginosamente”, completa Bertoncello, mostrando que a preferência do sertanejo também pode ter a ver com a dominação do ritmo nas rádios populares.

Para a dupla Hugo, da dupla Hugo & Guilherme conhecida pelo hit Namorada reserva, a força do sertanejo tem a ver com a mensagem do estilo musical, que consegue atingir grande parte do público: “A música sertaneja tem a cara do Brasil, é um ritmo muito nosso, que fala da nossa realidade”.

Outros ritmos
No Norte do Brasil, a música sertaneja foi escolhida como a preferida por 45%, ficando atrás apenas da música gospel, que, na região, tem preferência de 52%. O gospel também tem força no Centro-Oeste, onde ocupa o terceiro lugar do ranking. “A gente percebe essa grande diferença no Norte, onde o gospel passou o sertanejo. Na primeira posição, ele é o mais ouvido, principalmente, por mulheres”.

Esse bom momento da música gospel pode ter a ver com a maior popularização dos artistas do gênero. A cantora Priscilla Alcântara é uma dessas artistas. Conhecida primeiramente pela apresentação em programas infantojuvenis no SBT, ela se dedica há alguns anos à música gospel e tem se tornado cada vez mais popular. Neste ano, ela foi indicada ao Grammy Latino. “Enquanto artista, faço e promovo um discurso sobre as questões emocionais, que é a realidade de muita gente e da maioria dos jovens. Não me limito à temática religiosa. Uma das ferramentas principais é a escolha dos temas. Gosto de fazer as pessoas pensarem a vida, a totalidade dela, não só espiritual. Gosto de me comunicar com a realidade das pessoas, mesmo as que possuem sistemas de crenças diferentes do meu. Busco esses pontos que temos em comum”, afirma.

Nas regiões Nordeste e Sul, o cenário muda. No Nordeste, o sertanejo não aparece como ritmo preferido. Lá, os entrevistados escolheram a MPB. Ela é a preferida de 68%. Na região, a pesquisa demonstra outra alteração. Os entrevistados consideram dentro da MPB, ritmos como axé e forró, estilos considerados populares na região. O segundo preferido é o pop (35%), seguido pela música eletrônica (18%). Já no Sul, a preferência é pelo pop (36%), em ascendência no Brasil com artistas como Vitor Kley, Anavitória e Melim. O estilo, inclusive, também mostra força em outras regiões, como o Sudeste, onde ficou na terceira posição, e no Nordeste, onde está em segundo lugar.

A próxima edição da pesquisa deve ser feita em dois anos. Isso porque, de acordo com o CEO da Hello Research, a agência percebeu que existe uma variação de tendência musical normalmente nesse período.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Primeira Pessoa com Sam Nóbrega
O esforço de Guilherme e a rede de solidariedade que surgiu
Sobre Vidas: Natanael Ramos e Gil Sormany
Salão de Tóquio: Mitsubishi 2020
Grupo Diario de Pernambuco