ROUBO Erick Jacquin recupera objeto furtado e torce para que babá fique 'presa e sem relógio'

Por: FolhaPress - FolhaPress

Publicado em: 04/11/2019 20:52 Atualizado em:

O chef e apresentador do MasterChef contratou a babá para cobrir as folgas de uma outra funcionária, por indicação de uma amiga da família (Foto: Instagram/Reprodução )
O chef e apresentador do MasterChef contratou a babá para cobrir as folgas de uma outra funcionária, por indicação de uma amiga da família
Desde domingo (3) que olhar as horas no relógio nunca mais será a mesma coisa para o chef e apresentador do MasterChef (Band) Erick Jacquin. Nesta data, Jacquin descobriu que o presente que ganhou pelo nascimento de seus gêmeos, em 23 de dezembro do ano passado, havia sido furtado pela babá dos meninos. 

"Não compartilhe sua casa sem saber com quem está fazendo isso. Também não confie na indicação de ninguém [para contratar profissionais]", alertou Jacquin durante coletiva de imprensa, nesta segunda-feira (4), no Decap (Departamento de Polícia Judiciária da Capital).

Ele se refere a uma babá de 38 anos acusada pela polícia de furtar do apresentador um relógio suíço Frederique Constant, avaliado em cerca de R$ 20 mil. O crime foi descoberto após uma mensagem de WhatApp à mulher do chef, Rosangela Menezes, durante uma reunião de amigos, ocorrida entre a noite de sábado (2) e a madrugada de domingo (3). O endereço do encontro não foi informado.  

A mensagem compartilhava a foto de uma babá que estaria realizando crimes nas casas em que era contratada. Para a surpresa de Rosangela, a imagem era idêntica à da mulher que estava cuidando de seus gêmeos. Segundo a polícia, a suspeita teria furtado a residência de ao menos mais sete vítimas.

O delegado Roberto Monteiro também estava na reunião e foi procurado por Rosangela, que lhe mostrou a foto da babá na rede social. Em seguida ele, Rosangela e Erick Jacquin rumaram para a casa do casal.

No local, a babá, a princípio, negou o crime. Porém, após a polícia constatar que no celular dela havia fotos da casa do chef, de vários cômodos, além da do relógio furtado, a mulher admitiu o crime e foi presa. Ela teria vendido o item de luxo por R$ 600,00. 

Jacquin contratou a babá para cobrir as folgas de uma outra funcionária, por indicação de uma amiga da família, há cerca de dois meses. Por causa disso, nem ele nem a mulher levantaram os antecedentes criminais da suspeita, que usou os dados da irmã para trabalhar.

Ao constatar que havia contratado uma suspeita de furto, o chef se sentiu mal ao retornar para sua residência. "Quando abri a porta de casa, parecia que estava diferente. Uma sensação de sujeira, de que o ambiente estava violado."

Irônico, ele disse esperar que a babá fique bastante tempo presa e "sem relógio". A polícia devolveu o objeto furtado ao cozinheiro, que se declarou ao Brasil. "Sempre vou amar o Brasil e me considero brasileiro. Farei tudo para fazer o Brasil melhor." 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas