Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

EXPOSIÇÃO

Cultura quilombola é tema de shows, oficinas e exposição no Recife

Publicado em: 04/11/2019 09:27 | Atualizado em: 04/11/2019 09:59

O grupo AfroBrasil se apresenta na sexta-feira (8). Foto: AfroBrasil/Divulgação
Uma programação com destaque para a cultura quilombola ocupa espaço no Recife, lançando olhar através de quatro shows, duas oficinas de percussão gratuitas, mesa de debate e uma exposição fotográfica de Paulo Rocha, coordenador do evento, que apresenta imagens de festas religiosas e profanas, louvores e batuques quilombolas macapaenses. A Caixa Cultural Recife, no bairro do Recife, recebe da quarta-feira (6) até o sábado (9), o projeto  Preces, Louvores e Batuques do Quilombo do Curiaú, uma mostra de conteúdos artísticos e culturais vindos do Macapá (AP).

A programação de shows começa com a cantora Brenda Melo, na quarta-feira (6), que em sua música busca na brasilidade as raízes quilombolas. Na quinta (7), é a vez do cantor, compositor, regente e aranjador Paulo Bastos.  O grupo AfroBrasil, que em sua sonoridade mostra a riqueza e diversidade da cultura do Extremo Norte do Brasil, se apresenta na sexta-feira (8). Encerrando a programação musical, no sábado (9), o Grupo Raízes do Bolão, composto por agricultores que são tocadores, cantores e dançadeiras, traz a música de essência quilombola. 
 
Além da exposição e dos shows, o projeto oferece duas oficinas gratuitas e um bate-papo. A Oficina Percursos Sonoro-Coreográficos acerca do Batuque do Curiaú é sobre a forma de tocar, cantar e dançar o Batuque e ocorre dia quinta-feira ( 7), das 10h às 13h. Já a Oficina Percursos Sonoro-Coreográficos acerca do Marabaixo do Curiaú, onde os integrantes do projeto mostram o canto, a dança e o toque do Marabaixo, ocorre na sexta-feira (8), das 10h às 13h. As oficinas têm 20 vagas cada, a classificação indicativa é 16 anos, e a inscrição deve ser enviada para o e-mail: cpcamapa@gmail.com.

No sábado (9), às 16h, o projeto promove o debate Interferências Étnico-Raciais na Música Amapense. É um relato de experiências mediadas por  Paulo Bastos, Brenda Melo, Alan Gomes e Adelson Preto. A entrada é gratuita, e as senhas serão distribuídas na bilheteria.

SERVIÇO
Projeto Preces, Louvores e Batuques do Quilombo do Curiaú
Onde: CAIXA Cultural Recife – Av. Alfredo Lisboa, 505, Praça do Marco Zero, Bairro do Recife
Quando: Quinta-feira (6) até sábado (9), das 10h até às 20h
Quanto: Shows – R$ 30 (inteira) e R$ 15. Oficinas gratuitas

Programação:
Quarta-feira (6)
10h às 20h – Visitação à exposição Preçes, Louvores e Batuques (Galeria 2; gratuito)
20h – Show da cantora Brenda Melo

Quinta-feira (7)
10h às 20h – Visitação à exposição Preçes, Louvores e Batuques (Galeria 2; gratuito)
10h às 13h – Oficina Percursos sonoros-coreográficos acerca do Batuque  do  Curiaú (Oficina 1; inscrição gratuita pelo e-mail cpcamapa@gmail.com)
20h – Show do cantor Paulo Bastos 

Sexta-feira (8)
10h às 20h – Visitação à exposição Preçes, Louvores e Batuques (Galeria 2; gratuito)
10h às 13h – Oficina Percursos sonoros-coreográficos acerca do Marabaixo  do  Curiaú (Oficina 1; inscrição gratuita pelo e-mail cpcamapa@gmail.com)
20h – Show do Grupo AfroBrasil

Sábado (9)
10h às 20h – Visitação à exposição Preces, Louvores e Batuques (Galeria 2; gratuito)
16h – Debate Interferências étnico-raciais na música Amapaense (Sala Multimídia; gratuito)
20h – Show do Grupo Raízes do Bolão
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Primeira Pessoa com Sam Nóbrega
O esforço de Guilherme e a rede de solidariedade que surgiu
Sobre Vidas: Natanael Ramos e Gil Sormany
Salão de Tóquio: Mitsubishi 2020
Grupo Diario de Pernambuco