TV Primeiro apresentador da TV pernambucana morre aos 84 anos

Por: Emannuel Bento - Diario de Pernambuco

Publicado em: 30/09/2019 17:10 Atualizado em: 30/09/2019 22:39

Foto: Globo Nordeste/Reprodução e TV Jornal/Arquivo
Foto: Globo Nordeste/Reprodução e TV Jornal/Arquivo

Luiz Geraldo Vieira da Silva, o primeiro apresentador da história da TV pernambucana, faleceu na manhã desta segunda-feira (30), aos 84 anos, após sofrer de um aneurisma na aorta. Durante a década de 1960, ele apresentou e dirigiu o programa de auditório Noite de Black Tie, exibido no horário da nobre da TV Jornal do Commércio (ainda em fase experimental). O velório será realizado ainda nesta segunda, das 17h às 00h, no Velório do Hospital Português, Zona Central do Recife. O enterro será nesta terça-feira (1º), às 10h, no Cemitério Morada da Paz, no município de Paulista. O comunicador deixou três filhos e cinco netos.

A carreira de Luiz Geraldo Vieira da Silva no ramo da comunicação começou aos 24 anos de idade. No Noite de Black Tie, exibido aos sábados, ele recebeu nomes como Roberto Carlos (bem antes do sucesso de Que tudo vá pro inferno), Elis Regina e o presidente da república Juscelino Kubitschek, que foi entrevistado no quadro Cadeira de Engraxate. A atração obteve audiência do sucesso durante os oito anos no ar e chegou a ser exibido em Nova York, nos EUA, durante uma feira mundial de televisão em 1966.

Quando o Noite de Black Tie saia do ar, a festa continuava. Também conhecido pela boêmia, Luiz Geraldo chegou a tomar cachaça com Adoniran Barbosa, no Bexiga (SP), e uísque com Vinicius de Moraes, em Copacabana (RJ). Entre suas histórias, costumava dizer que caminhou pela orla de Boa Viagem com Antônio Maria. No final do passeio, ouviu do escritor: “Estamos todos cansados: eu, meus pés e minhas mãos".

Em 1963, também fundou a Aliança Propaganda Limitada, em sociedade com Fernando Ramos. A empresa mudou de nome para Aliança de Publicidade, posteriormente para Aliança Comunicação Cultura, atualmente localizada no bairro do Espinheiro, Zona Norte da capital pernambucana. Em maio de 2017, Luiz Geraldo deu sua última entrevista para a Globo Nordeste, relembrando dos tempos comandando o Black Tie.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas