Ajuda Israel desiste de enviar material contra queimadas ao Brasil, mas manda especialistas

Por: FolhaPress - FolhaPress

Publicado em: 03/09/2019 22:18 Atualizado em:

Foto: Carl de Souza/AFP
Foto: Carl de Souza/AFP
Uma delegação com 11 especialistas israelenses em combate a incêndios e salvamento embarca nesta terça-feira (3) para o Brasil para ajudar no combate à onda de incêndios na Amazônia.
 
O grupo chega ao país às 5h45 da manhã de quarta (4). O envio do grupo, faz parte da promessa de ajuda ao Brasil acertada entre o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, após conversa telefônica, na semana passada.

Por agora, no entanto, Israel recuou e não enviará as 200 a 300 toneladas de "retardantes de fogo" para ajudar a combater as queimadas, como anunciado na quinta-feira passada (26) pelo embaixador de Israel em Brasília, Yossi Shelley, após receber homenagem na Assembleia Legislativa de São Paulo. Na ocasião, Shelley disse que os "retardantes de fogo" seriam comprados por Israel dos EUA e jogados de aviões.

O custo da entrega do material, no entanto, teria impossibilitado a compra, segundo fontes ouvidas pela reportagem. Mas a embaixada ainda promete tentar comprar o material no Brasil ou em países adjacentes.

A delegação israelense que desembarcará no país é formada por combatentes do Corpo de Bombeiros e Salvamento de Israel especializados em incêndios campestres e florestais. 

Segundo comunicado oficial do Ministério das Relações Exteriores de Israel, a delegação "prestará assistência, transferência de conhecimento e experiência profissional às autoridades brasileiras, incluindo o governo brasileiro, as Forças Armadas e o Corpo de Bombeiros e Salvamento que operam nas zonas de incêndio".

O grupo é chefiado por Yair Elkayam, vice-comandante do área do Norte do Corpo de Bombeiros de Israel. O comissário dos Bombeiros, Dedy Simhi, dirigirá as operações em Israel, mas os detalhes estão sendo coordenados pela embaixada do país em Brasília e a representação militar de Israel no Brasil. "Este é um desafio profissional de primeira categoria e estou confiante de que a missão dos Bombeiros de Israel desempenhará seu papel", disse Simhi na cerimônia de envio dos especialistas ao Brasil. "Israel é um parceiro pleno no esforço global para controlar grandes incêndios e as mudanças climáticas, em uma luta que atravessas fronteiras e países".

Há dois meses, uma delegação de bombeiros de Israel foi enviada para a Etiópia para ajudar no controle de incêndios no país. Em janeiro, Israel enviou uma delegação de 136 profissionais para ajudar nos resgates da tragédia de Brumadinho.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas