MAMAM Curadores montam debate em encerramento da exposição de Adriana Varejão

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 05/09/2019 11:23 Atualizado em: 05/09/2019 11:39

Adriana Varejão ao lado da obra Pele Tatuada à Moda de Azulejaria. Foto: Bruna Costa/DP
Adriana Varejão ao lado da obra Pele Tatuada à Moda de Azulejaria. Foto: Bruna Costa/DP
A curadora da mostra Adriana Varejão – Por uma retórica canibal, Luisa Duarte, volta ao Recife para um debate sobre a obra da artista carioca. O debate faz parte da despedida da exposição e conta também com a participação do crítico e curador pernambucano Moacir dos Anjos. O encontro, que é aberto ao público, acontecerá às 18h, nesta sexta-feira (6), no Auditório do Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães. Esse é também o último dia da mostra, que terá seu horário de visitação estendido, até as 20h.
 
Um dos nomes mais respeitados das artes visuais do Brasil, Adriana Varejão expõe, pela primeira vez, no Recife um conjunto significativo do seu trabalho. A mostra Adriana Varejão – Por uma retórica canibal exibe 25 obras dos mais de 30 anos de trajetória da artista carioca.
 
A exposição, que foi aberta no dia 28 de junho, inclui trabalhos seminais como Mapa de Lopo Homem II (1992-2004), Quadro Ferido (1992) e Proposta para uma Catequese, em suas Partes I e II (1993). Recife foi a segunda cidade a receber o projeto itinerante, que já passou por Salvador, outra fonte abundante de arte barroca. 
 
SERVIÇO
Debate: Adriana Varejão – Por uma retórica canibal, com Luisa Duarte e Moacir dos Anjos
Quando: Sexta-feira (6), às 18h. 
Onde: Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães, Rua da Aurora, 265. 
Quanto: Gratuito


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas