música Após pausa na carreira, Ana Carolina apresenta nova turnê no Recife

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 06/09/2019 08:45 Atualizado em: 06/09/2019 09:14

Foto: Pedro Dimitrow/Divulgação
Foto: Pedro Dimitrow/Divulgação

Após uma pausa de seis anos na carreira, a cantora Ana Carolina volta aos palcos com a turnê Fogueira em alto mar, para celebrar os seus 20 anos de estrada. Em uma mistura de samba e baladas românticas, o show reúne 12 músicas inéditas do álbum homônimo e sucessos da artista. Com grafismos animados, painéis de persianas e piso metalizado, o cenário aposta na experiência visual para passear entre a música do pop e o cenário intimista da voz e violão. As composições e gravações do 12º álbum da artista foram realizadas no ano passado e serão apresentadas nesta sexta (6), às 21h30, no Teatro Guararapes, em Olinda. Os ingressos variam de R$ 70 a R$ 240.

"Coincidência ou não, esse álbum, que sai no momento em que comemoro meus 20 anos de carreira, me conecta muito com o Ana Carolina, meu primeiro disco, que saiu em 1999. Ambos têm a presença do violão em músicas românticas", conta a artista, em entrevista ao Viver. Fogueira em alto mar traz também o samba, um gênero que foi ganhando espaço na discografia da cantora. O projeto foi desenvolvido pela artista junto com Guilherme Leme e Marcus Preto, em parceria com Zé Manoel, Edu Krieger, Antonio Villeroy e Bruno Caliman.

"Para comemorar os meus 20 anos de carreira, achamos que era necessário também trazer canções minhas que nunca apresentei ao vivo. Posso adiantar também que apresento releituras minhas para músicas conhecidas de artistas consagrados que admiro", revela Ana. Entre as canções presentes no repertório, estão Não tem no mapa, Fogueira em alto mar, Outra vez você, Canção antiga e O tempo se transforma em memória, do novo disco, e as clássicas É isso aí, Encostar na tua e Rosas. Bastante tocadas nas rádios do país, as primeiras músicas lançadas por Ana Carolina no começo de sua carreira continuam sendo as mais pedidas pelos fãs.

"É muito bom ver que as pessoas ainda guardam essas canções, porque cada uma dessas músicas representa um momento em minha carreira e tem um significado importante, sempre faço questão de cantar." Para a artista, cada momento de sua trajetória artística tem um significado importante no contexto que estava vivendo. "Eu viveria minha vida muitas vezes. Hoje me considero imensamente realizada e vitoriosa na carreira, quando olhos essas duas décadas, e sei que ainda tenho muito a aprender, não consigo apontar um momento de acerto ou erro", reflete.

Bissexual assumida desde 2005, a cantora é discreta ao falar do atual governo e as críticas aos direitos LGBT. “Eu decidi que não falaria mais de política ou de vida pessoal, mas posso dizer que ando muito desiludida com tudo o que está acontecendo. A minha maior forma de me manifestar será sempre pela minha música”, afirma.

SERVIÇO
Ana Carolina na turnê Fogueira em alto mar
Quando: nesta sexta (6), às 21h30
Onde: Teatro Guararapes (Centro de Convenções, Olinda)
Ingressos: Balcão - R$ 140 (inteira) e R$ 70 (meia) / Plateia B - R$ 200 e R$ 100 / Plateia A - R$ 240 e R$ 120

Assista ao clipe Não tem no mapa:
 

 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas