Declaração Neymar se diz aliviado por arquivamento da investigação por estupro

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 09/08/2019 11:22 Atualizado em: 09/08/2019 11:31

Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram
O craque Neymar afirmou nesta sexta-feira estar aliviado pela decisão da justiça brasileira de arquivar a acusação de estupro por falta de provas. 

"Vou ser sincero e não vou dizer que estou feliz, mas sim aliviado", postou o jogador do Paris Saint-Germain em sua conta no Instagram, um dia depois da justiça ter arquivado a queixa apresentada pela modelo Najila Trindade Mendes de Sousa.
Ver essa foto no Instagram

Esse vai ser um capítulo jamais esquecido na minha vida por muitos motivos, o principal deles %u201C O DANO%u201D causado em mim, na minha família e nas pessoas que realmente me conhecem. Vou ser sincero e não vou dizer que estou feliz, mas sim aliviado. A cicatriz vai continuar pra me lembrar o quanto o ser humano é capaz de fazer coisas boas mas também de fazer coisas RUINS! Sim, meu mundo desabou e fui pro chão ... mas como diz uma lenda no jiu-jítsu %u201Cpara muitos o chão é o fim de tudo, pra nós é só o começo%u201D Que seja o começo não só pra mim, mas pra todos que sofreram esse tipo de falsa acusação e PRINCIPALMENTE pra toda MULHER que é REALMENTE vítima deste ato. O meu desejo é que vocês sejam fortes, lutem e consigam tudo que todas vocês merecem! Obrigado Deus POR TUDO, sempre %uD83D%uDE4F%uD83C%uDFFD%u2764%uFE0F

Uma publicação compartilhada por 3n310ta %uD83C%uDDE7%uD83C%uDDF7 %uD83D%uDC7B neymarjr (@neymarjr) em



O Ministério Público de São Paulo pediu na quinta-feira o arquivamento da investigação sobre o suposto estupro da modelo em maio passado, ao considerar que carece de provas suficientes contra o jogador.

"Decidimos pelo arquivamento do processo", indicou a promotora Flavia Merlini. "Isso não implica em absolvição do acusado", acrescentou a promotora, explicando que o inquérito "pode ser reaberto a qualquer momento" desde que haja novas diligências e surjam novas provas.

O MP seguiu o parecer da polícia, embora a decisão final de arquivar uma causa caiba a um juiz.

O atacante do PSG foi acusado por Najila de tê-la estuprado em um hotel de Paris no dia 15 de maio. 

Já o jogador sempre se declarou inocente, assegurando que fora uma relação consentida usada depois para tentar extorqui-lo.

O astro enfrenta outro inquérito por crime virtual, por divulgar imagens e conversas íntimas com a mulher, em uma tentativa de provar publicamente sua inocência.

Neymar, o jogador mais caro da história, vive um ano complicado, com problemas legais e físicos além de tensões com o PSG, que em 2017 pagou 222 milhões de euros para tirá-lo do Barcelona.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas