SHow Ney Matogrosso coloca o Bloco na Rua em show no Teatro Guararapes

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 28/08/2019 19:38 Atualizado em: 28/08/2019 19:56

Bloco na rua vem pela primeira vez ao Recife. Foto: Bruna Costa / ESP DP FOTO
Bloco na rua vem pela primeira vez ao Recife. Foto: Bruna Costa / ESP DP FOTO
 
Depois de cinco anos com a turnê de seu último álbum, Atento aos sinais (2013), Ney Matogrosso traz seu novo espetáculo, Bloco na rua, pela primeira vez ao Recife. No show estão presentes grandes canções autorais e interpretações, além dos figurinos e performance extravagante que já é marca registrada desde seus anos de Secos & Molhados. A apresentação de Bloco na rua será realizada no sábado (31), às 21h, no Teatro Guararapes. 
 
Ao apagar das luzes, Ney aparece com sua face coberta, ostentando sua presença de palco e entoa a canção de Sérgio Sampaio que dá título da turnê: “Eu quero é botar meu bloco na rua”. Em coletiva na tarde desta quarta-feira (28), no Recife, o cantor explica de onde surgiu a ideia para faixa. “Eu sempre quis cantar essa música. Percebi que agora é hora. A ideia vem de movimento, algo se mexendo”. Bloco na rua não é uma turnê usual para o músico, que geralmente trabalha com shows baseados em inéditas, mas para Ney isso não é um problema pois o mote da apresentação é sua leitura dessas obras.
 
O repertório do espetáculo se divide entre interpretações de clássicos da música brasileira e canções de sua autoria. Foto: Bruna Costa/ ESP DP FOTO
O repertório do espetáculo se divide entre interpretações de clássicos da música brasileira e canções de sua autoria. Foto: Bruna Costa/ ESP DP FOTO
 
O repertório do espetáculo se divide entre interpretações de clássicos da música brasileira, canções de sua autoria mas pouco tocadas e uma faixa inédita. Entre as interpretações estão Bloco na rua de Sérgio Sampaio, A maçã de Raul Seixas, Álcool (Bolero filosófico) da trilha sonora do longa pernambucano Tatuagem (Dj Dolores), Como 2 e 2 de Caetano Veloso. Entre as canções já gravadas por Ney estão: O Beco, gravada no final dos anos 80 e Mulher barriguda, do clássico álbum dos Secos e Molhados de 1973 e Sangue latino, também do Secos & Molhados.

Os figurinos de Ney Matogrosso, que sempre se integram ao conceito do show, foram pelo estilista Lino Villaventura. Outro ponto forte da mise-en-scène do espetáculo são as luzes assinadas por  Juarez Farinon e supervisadas por Ney, que já trabalhou na direção de luzes nos shows de artistas como Cazuza e Chico Buarque. A direção do cenário fica por conta de Luiz Stein. A banda, que já acompanha o cantor há 5 anos, é formada por Sacha Amback (direção musical e teclado), Marcos Suzano e Felipe Roseno (percussão), Dunga (baixo), Mauricio Negão (guitarra), Aquiles Moraes(trompete) e Everson Moraes (trombone).
 
SERVIÇO
Show Bloco na rua de Ney Matogrosso
Quando: sábado (31), às 20hrs
Onde: Teatro Guararapes, bairro do Salgadinho, Olinda
Quanto: Balcão: R$ 360,00 (outros setores estão esgotados)


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas