cinema Ingressos para première de Bacurau esgotam em menos de duas horas

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 13/08/2019 13:01 Atualizado em: 13/08/2019 14:29

Segundo a organização do cinema, algumas pessoas começaram a chegar na fila às 7h da manhã. Foto: André Santa Rosa/DP
Segundo a organização do cinema, algumas pessoas começaram a chegar na fila às 7h da manhã. Foto: André Santa Rosa/DP
Entre carros, ambulantes e transeuntes, as calçadas do quarteirão do Cinema São Luiz estavam lotadas na manhã desta terça-feira (13). O motivo era a venda dos ingressos da pré-estreia de Bacurau, mais novo filme dos diretores pernambucanos Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. A pré-estreia conta com duas sessões especiais com a equipe e os diretores: a primeira às 19h30 e a segunda às 23h, no sábado (24), realizadas no coração da sétima arte pernambucana, o Cinema São Luiz. 

Segundo a organização do cinema, algumas pessoas começaram a chegar na fila às 6h da manhã. A bilheteria só abriu cinco horas depois, às 11h, quando com um ritmo lento começou a se mover, mas persistindo em sua extensão, que ia da bilheteria do São Luiz, de frente para Rua da Aurora, dobrando três esquinas do bloco até a Av. Conde da Boa Vista. Ainda segundo a organização do evento, os ingressos da primeira sessão se esgotaram às 12h34. 

O filme representou o Brasil e venceu o prêmio do júri no Festival de Cannes deste ano. O longa é o terceiro longa-metragem da carreira do cineasta pernambucano Kleber Mendonça, que tem entre seus filmes O som ao redor e Aquarius.
 
Bacurau se trata de uma ficção científica no sertão nordestino. Após a morte de uma antiga e importante moradora, os habitantes do povoado descobrem que a cidade não consta mais dos mapas. O filme foi muito bem recebido pela crítica e brilhou em Cannes, junto com A vida invisível de Eurídice Gusmão, do cearense Karim Aïnouz.

SERVIÇO
Pré-estreia de Bacurau
Quando: Sábado (24), às 19h30 e 23h
Onde: Cinema São Luiz, Rua da Aurora, 175
Quanto: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas