BACURAU Fila longa para prestigiar nosso cinema Multidão no Cine São Luiz na abertura da venda de ingressos para a pré-estreia do filme Bacurau, e outros sete cinemas da RMR anteciparam exibição

Por: André Santa Rosa - Diario de Pernambuco

Publicado em: 14/08/2019 09:42 Atualizado em: 14/08/2019 11:31

Entre ambulantes e transeuntes, as calçadas do quarteirão do Cinema São Luiz, no Centro do Recife, ficaram lotadas durante a manhã de ontem. O motivo era a venda dos ingressos da pré-estreia de Bacurau, filme premiado em Cannes dos diretores pernambucanos Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. A pré-estreia, com a presença do elenco e diret o r e s , terá duas sessões no dia 24, às 19h30 e 23h, ambas realizadas no coração da sétima arte pernambucana, o São Luiz. 

“Esse cinema de 1952 vendendo ingresso para filme de 2019, filme da cidade, brasileiro. Não é pouca coisa não, nesse momento do país”, escreveu Kleber Mendonça Filho, ao retuitar uma matéria do Diario sobre as vendas. “Hoje, quase 2 mil ingressos para Bacurau esgotaram em 2 horas num cinema de rua no Centro do Recife. E em Toronto, quatro filmes brasileiros confirmados no grande festival (incluindo Bacurau). Acho que é o ano errado para acabar com o cinema brasileiro'', continuou

Segundo a organização do São Luiz, algumas pessoas começaram a chegar na fila antes das 6h. A estudante de direção de arte Júlia Santos foi uma das primeiras a chegar, por volta das 5h30. “Por experiência em outros eventos no Recife, com distribuição de senha, com ingressos mais limitados, eu preferi sair bem mais cedo. Tava acompanhando desde onte m (terça) pra saber se a galera tava falando alguma coisa, porque caso tivesse visto teria saído mais cedo ainda”, disse. 

A bilheteria só foi aberta às 11h, numa extensão que seguia da bilheteria do São Luiz, de frente para Rua da Aurora, dobrando três esquinas do bloco até a Avenida Conde da Boa Vista. Os últimos ingressos da primeira sessão se esgotaram às 12h34. O filme representou o Brasil e venceu o prêmio do júri no Festival de Cannes deste ano. Esse é o terceiro longa- -metragem da carreira do cineasta pernambucano Kleber Mendonça, que tem entre seus filmes O som ao redor e Aquarius.

DIVULGAÇÃO
Para Thiago Rodrigues, estudante de cinema da Universidade Federal de Pernambuco, as expectativas estão altas e ver o filme no São Luiz será uma experiência única. “Escolhi o São Luiz porque, na primeira sessão, terá parte da equipe, com 500 convidados e a presença dos diretores. O São Luiz faz parte do cenário pernambucano, a atmosfera é muito mais gostosa de presenciar. Vai passar em outras salas, mas é sempre bom prestigiar nos nossos cinemas alternativos”, explica. 

Bacurau mescla western e ficção no Sertão nordestino. Após a morte de uma antiga e importante moradora, os habitantes do povoado que dá nome ao filme descobrem que a cidade não consta mais nos mapas. O longa promete ser uma experiência catártica, violenta e política, que de diversas formas fala sobre o Nordeste e o Brasil. No elenco, nomes como Sônia Braga e o alemão Udo Kier.

SESSÕES ANTECIPADAS 
Para a surpresa do público, sete cinemas do Grande Recife anunciaram ontem a antecipação da pré-estreia de Bacurau. No próximo sábado, serão realizadas sessões nos shoppings RioMar, Guararapes, Patteo Olinda, Rosa e Silva, Tacaruna e Recife, além da Fundação Joaquim Nabuco, no Derby.

Toronto
Bacurau foi um dos quatro filmes brasileiros selecionados para o Festival de Toronto, no Canadá, de 5 a 15 de setembro. Ele está na mostra World Contemporary Cinema, assim como A vida invisível de Eurídice Gusmão, do cearense Karim Aïnouz, e Três verões, de Sandra Kogut e estrelado por Regina Casé. Wasp network, de Olivier Assayas, com produção do brasileiro Rodrigo Teixeira, terá sessão especial. Entre as maiores expectativas da 44ª edição do evento, termômetro do Oscar, estão Coringa, de Todd Phillips e protagonizado por Joaquin Phoenix, e Os dois papas, de Fernando Meirelles.

O novo edital da BB DT- VM, subsidiária do Banco do Brasil, para seleção de filmes que receberão investimentos da empresa via Lei do Audiovisual, aberto na segunda-feira, tem sido alvo de críticas. No formulário de inscrição, há um campo “informações adicionais” que pergunta “se serão exibidas cenas de nudez ou de sexo explícito”, se “a obra faz referência a crimes, drogas, prostituição” e se “tem cunho religioso ou político”. Em 2018 e 2017 não houve essas perguntas.

Pré-estreia
Cinemark RioMar Recife: 22h Cinépolis Guararapes: 20h50 Cinépolis Patteo Olinda: 20h30 Fundação Joaquim Nabuco/Derby: 20h Moviemax Rosa e Silva: 21h UCI Recife: 21h UCI Tacaruna: 20h35

SÁBADO (24/08)
CINEMA SÃO LUIZ: 19H30 E 23H


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas