Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

Internet

Após críticas, Padre Fábio de Melo decide abandonar Twitter

Publicado em: 09/08/2019 11:43 | Atualizado em: 09/08/2019 12:10

Divulgação

Famoso nas redes por piadas e memes, além da boa relação com os seguidores deixando mensagens de reflexão, o Padre Fábio de Melo decidiu abandonar o Twitter nesta sexta-feira (9). Com mais de sete milhões de fãs, após criticar a "saidinha" de Dia dos Pais de Alexandre Nardoni, o religioso recebeu muitas críticas.

"Tenho uma saúde emocional a ser cuidada. Sei o quanto já provei a solidão provocada pela depressão, pelo pânico. Tomar remédios só faz sentido quando evitamos os gatilhos dos desconfortos. Este lugar deixou de ser saudável pra mim.", declarou em sua conta. Ainda em 2017, Fábio de Melo começou a falar sobre o tratamento da depressão e da síndrome do pânico.

Meus queridos, vou ficando por aqui. Tenho uma saúde emocional a ser cuidada. Sei o quanto já provei a solidão provocada pela depressão, pelo pânico. Tomar remédios só faz sentido quando evitamos os gatilhos dos desconfortos. Este lugar deixou de ser saudável pra mim. Obrigado!

— padrefabiodemelo (@pefabiodemelo) 9 de agosto de 2019

Nas mensagens de despedida, o padre deixou claro não se incomodar com as divergências de pensamento. Ele ainda reiterou sobre a constante presença de julgamentos e acusações nos discursos. 


"Desde ontem, quando expressei minha indignação sobre a “saidinha”, estou sendo acusado de justiceiro, desonesto, desinformado, canalha e outros nomes impublicáveis. Só reitero. Já atuei na pastoral carcerária. Sei sobre a necessidade da ressocialização dos presos.", finalizou, se defendendo das críticas.




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Músico vence limitações do distanciamento social oferecendo shows particulares por encomenda
Destaques da semana: caso Miguel, Decotelli fora do MEC e retorno do Campeonato Pernambucano vetado
Inscrições para o Vestibular 2020.2 da Unicap vão até 15 de julho
Um mês sem Miguel : tudo que fazia era por ele, diz Mirtes
Grupo Diario de Pernambuco