representatividade Turma da Mônica transforma personagem negra em Pequena Sereia

Por: FolhaPress - FolhaPress

Publicado em: 06/07/2019 16:34 Atualizado em:

Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter
Após a polêmica em volta da escalação da atriz negra Halle Bailey para viver Ariel no live-action da Disney A Pequena Sereia, celebridades e até marcas, como a Turma da Mônica, se manifestaram sobre a questão. A equipe dos quadrinhos resolveu transformar a personagem Milena -também negra- na princesa Ariel, publicando uma imagem em que ela aparece com uma cauda.

A atitude foi elogiada por alguns internautas, uma vez que Bailey tem recebido ofensas e ataques racistas por conta da escalação. Algumas pessoas alegam que "sereias não são negras" ou não deveriam ser retratadas como tal, uma vez que no filme original, de 1989, a princesa é branca. Na contramão, muitos fãs da animação comemoraram a escolha da atriz, no que seria uma forma de aumentar a representatividade para as crianças que assistem aos filmes infantis.

"Eu só imagino o impacto positivo que essa personagem teria na minha infância, pois as figuras negras eram tão escassas, praticamente não existiam e as que existiam eram super estereotipadas... Fico feliz que as criancinhas pretinhas de hoje poderão se identificar", escreveu um internauta em resposta ao desenho publicado pelo perfil da Turma da Mônica nas redes sociais.

No Twitter, a Bailey celebrou sua convocação. "Sonho que se torna realidade", escreveu ela. Embora ainda não tenha confirmação, a atriz Melissa McCarthy deverá interpretar a vilã Ursula, e Jacob Tremblay o peixinho Linguado no filme. A previsão é que de que o longa seja lançado em meados de 2020.


Nossa pequena sereia %uD83D%uDC20 %uD83D%uDC99 pic.twitter.com/A0GNCipiBY

— Turma da Mônica (@TurmadaMonica) July 4, 2019


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas