Música Pernambucanos Romero Ferro e Duda Beat juntos em 'pop brega'

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 12/07/2019 10:14 Atualizado em:

Pernambucanos se conheceram em uma noite no Rio de Janeiro. Foto: Lana Pinho/Divulgação
Pernambucanos se conheceram em uma noite no Rio de Janeiro. Foto: Lana Pinho/Divulgação
Os pernambucanos Romero Ferro e Duda Beat lançam, no dia 19 de julho, o single Corpo em brasa, com composição do recifense Barro. A faixa faz parte do segundo álbum do cantor, intitulado Ferro (selo Altafonte, com produção musical de Leo D. e artística de Patrick Torquato). De acordo com a produção do artista, o atual single aposta em uma pegada pop brega e um "quê" latino tropical, A letra propõe um convite para amar livremente. O álbum completo chega nas plataformas de streaming em agosto. 

"Corpo em brasa é representativa. Fala de liberdade, de se permitir, de ser. Tem muito a energia da noite de Pernambuco e da união de nós três não podia sair algo diferente", afirma Romero, em comunicado para a imprensa. "Cantar a música da minha terra - ao lado desse amigo que é um representante tão importante da nossa cena - e que foi feita por outro conterrâneo tão talentoso me enche de alegria", acrescenta Duda.

Ferro e Eduarda (nome de batismo da cantora) se conheceram pessoalmente no show da Noite Faro, no Rio de Janeiro. Com o tempo, se aproximaram e começaram a namorar um feat. "A ideia foi amadurecendo, mas a canção não estava chegando. Foi quando encontrei Barro, e ele me mostrou essa música. De primeira o refrão me pegou. Fiz alguns pequenos acréscimos na letra, mandei para Duda, ela também escreveu uma parte especial e ficou linda", diz Romero.

MAIS DO ÁLBUM FERRO
Antes de Corpo em brasa, o cantor disponibilizou os singles Pra te conquistar e Acabar a brincadeira. Os lançamentos renderam convites para cantar na Parada LGBTQI+ de São Paulo, para festivais como Bananada (Goiânia), Coquetel Molotov e Rec Beat (ambos no Recife). Também foi escolhido para o projeto Impulso UBC, de curadoria da União Brasileira de Compositores. Antes disso, Romero foi indicado ao Prêmio da Música Brasileira como melhor cantor na categoria Canção Popular por seu último disco, Arsênico, produzido por Diogo Strauz.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas