Teatro Memórias e dores do pós-guerra em peça gratuita no Recife

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 31/07/2019 16:16 Atualizado em: 01/08/2019 14:43

Cena do espetáculo, Foto: Anderson Freitas/Maker Mídia
Cena do espetáculo, Foto: Anderson Freitas/Maker Mídia

As memórias dolorosas de uma mãe que viu sua relação com o filho se esvair durante a guerra. É esse o ponto de partida do espetáculo A palavra progresso na boca de minha mãe soava terrivelmente falsa, que o Teatro Marco Camarotti, Centro do Recife, vai receber a partir desta quinta-feira (1º). Ao todo, serão oito apresentações e a entrada custa um quilo de alimento não perecível.

O espetáculo, dirigido por Anamaria Sobral e Sandra Possani, é a montagem pedagógica de finalização do Curso de Interpretação para Teatro do Sesc Piedade. A turma, com nove alunos, teve início em 2017 e conclui agora a formação com a temporada de apresentações. A peça foi baseada no texto do dramaturgo romeno Matéi Visnec e tem adaptação das diretoras.

Com duração de 75 minutos e indicada para maiores de 14 anos, o drama narra a busca da mãe pelo corpo do filho, na tentativa de aplacar o sentimento de vazio deixado pela impossibilidade do sepultamento. Nesse caminho, outras dores, histórias e feridas ainda não curadas endossam o enredo. O elenco é composto por Amanda Carvalho, Artur Henrique, Larissa Alves, Luana Rabelo, Luis Fernando Felipe, Rodrigo Hermínio, Ranielly Oliveira, Tuany Peddi e Sue Ramos.

Gratuidade
Durante o mês de agosto, todas as unidades do Sesc Pernambuco vão oferecer gratuidade na confecção ou atualização do cartão para trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo de comerciários e seus dependentes. Ele garante descontos nas ações de educação, saúde, cultura, recreação, esporte, turismo e assistência social, como hospedagens nos hotéis do Sesc, espetáculos, parque aquático e restaurantes das unidades.

SERVIÇO
A palavra progresso na boca de minha mãe soava terrivelmente falsa
Onde: Teatro Marco Camarotti (Rua Treze de Maio, 455. Santo Amaro)
Quando: 1 a 3 e 8 a 10 de agosto, às 20h, e 4 e 11 de agosto, às 18h
Quanto: Um quilo de alimento não perecível
Informações: (81) 3216-1715


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas