Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

Festa literária

Dos 5 autores mais vendidos na Flip, 4 são negros e 1 é indígena

Por: FolhaPress

Publicado em: 14/07/2019 15:49 | Atualizado em: 14/07/2019 15:51

Foto: Reprodução/Instagram

Negros são os autores de quatro entre os cinco livros mais vendidos na livraria oficial da Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) deste ano. O outro é indígena.

O livro mais vendido da Livraria da Travessa foi "Memórias da Plantação - Episódios de Racismo Cotidiano", da portuguesa Grada Kilomba, que apresentou a obra na sexta-feira (12). 

São todos estrangeiros os negros no topo da lista de mais vendidos. Além de Grada Kilomba (cuja família vem de Angola e em São Tomé), aparecem também a nigeriana Ayobami Adebayo, o angolano Kalaf Epalanga (que passou três horas dando autógrafos) e Gaël Faye, nascido em Burundí.

O terceiro livro mais vendido, no entanto, é de um autor bem brasileiro, o indígena Ailton Krenak, que lançou "Ideias para Adiar o Fim do Mundo". Djamila Ribeiro ("Lugar de Fala") e Jarid Arraes ("Heroínas Negras Brasileiras em 15 Cordéis" e "Redemoinho em Dia Quente") também aparecem na lista.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Primeira Pessoa com Sam Nóbrega
O esforço de Guilherme e a rede de solidariedade que surgiu
Sobre Vidas: Natanael Ramos e Gil Sormany
Salão de Tóquio: Mitsubishi 2020
Grupo Diario de Pernambuco