Harry e Meghan se desligam de instituição de caridade de William e Kate

Por: FolhaPress - FolhaPress

Publicado em: 20/06/2019 21:20 Atualizado em:

Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter
O príncipe Harry e Meghan vão se desligar da Fundação Real e pretendem criar uma nova instituição de caridade até o final do ano, segundo assessores da família real.

Os casais continuarão trabalhando juntos em iniciativas como a campanha de saúde mental Heads Together. A fundação disse que a família real estava "incrivelmente orgulhosa" de seu trabalho conjunto. Criada em 2009, a Fundação Real se concentrou em causas caras aos príncipes, incluindo as Forças Armadas, conservação do meio ambiente e saúde mental.

Em um comunicado, a instituição de caridade - que será renomeada Fundação Real do Duque e da Duquesa de Cambridge - disse que a decisão foi tomada após uma revisão de sua estrutura. "Essas mudanças são planejadas para complementar melhor o trabalho e as responsabilidades de Suas Altezas Reais, enquanto se preparam para suas futuras funções, e para alinhar melhor suas atividades de caridade com suas novas famílias", acrescentou. "O duque e a duquesa de Cambridge e o duque e a duquesa de Sussex estão incrivelmente orgulhosos do que conseguiram juntos através da Fundação Real", afirmou.

Catherine juntou-se à fundação depois que ela se tornou duquesa de Cambridge em 2011, e Meghan se juntou pouco antes de ela e Harry se casarem em 2018. Os casais subiram ao palco juntos no primeiro fórum da instituição de caridade em Londres em fevereiro de 2018. O movimento é visto como o passo final na divisão dos deveres públicos dos casais.

No começo do ano, o duque e a duquesa deixaram o Palácio de Kensington, onde William e Kate moram com seus filhos. O príncipe Harry e Meghan nomearam um chefe de comunicações diferente e montaram sua própria conta no Instagram. Eles também se mudaram para Frogmore Cottage, em Windsor, em abril - pouco antes de Meghan dar à luz seu filho Archie.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas