Música Festival gratuito reúne dez bandas e artistas independentes na Torre Malakoff

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 26/06/2019 13:56 Atualizado em:

Lício Gomez, Ciel Santos e Joanah Flor são algumas das atrações. Fotos: Lício Gomez, Duda Vasconcelos e Vitor Magall/Divulgação
Lício Gomez, Ciel Santos e Joanah Flor são algumas das atrações. Fotos: Lício Gomez, Duda Vasconcelos e Vitor Magall/Divulgação

Desde 2015, a produtora Cubo8 tem movimentado a Região Metropolitana do Recife com shows de bandas independentes, resultando em um circuito de música alternativa que ficou conhecido como Rock Na Calçada. Agora, o projeto se transforma no Festa da Música, uma iniciativa que chega à Torre Malakoff neste sábado (29), a partir das 14h, com shows gratuitos de 10 bandas e artistas de diversos ritmos nordestinos.

São eles: os pernambucanos Ciel Santos, Joanah Flor, Lício Gomez e Thiago Luna, os grupos musicais Tertúlia, Gelo Baiano, Boa Vista Hard Club, Mondo Bizarro e Etnia, além de um convidado de fora: o cantor Berg Menezes, de Fortaleza (CE).

Nos últimos dois anos, o projeto do Rock Na Calçada foi o representante pernambucano do Big Dia da Música, um grande festival nacional em rede que acontecia no mês de junho, com braços em São Paulo, Rio de Janeiro e noutras cidades. Em 2019, a falta de aporte financeiro fez o maior festival em rede do Brasil ser interrompido.

"Foi quando surgiu a ideia de criarmos a Festa da Música, um projeto para mostrar a força da cena artística alternativa do Recife, mesmo diante das dificuldades", afirma Du Lopes, diretor da Cubo8 e idealizador do evento, em comunicado à imprensa. Já participaram de shows do Rock Na Calçada artistas e bandas como Zeca Viana, Combo X, Juvenil Silva, Lucas Torres, Romero Ferro, Fernandes, entre outros nomes.

SERVIÇO
Festa da Música 2019 - 26º Festival Rock na Calçada
Onde: Torre Malakoff (Praça do Arsenal da Marinha, S/N, Bairro do Recife)
Quando: sábado (29), a partir das 14h
Quanto: Gratuito


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas