Tudo normal Aeroportos de SP funcionam normalmente após falha em radar O terminal chegou a ter 21 partidas atrasadas, das 110 realizadas para aquela manhã, além de dois cancelamentos.

Por: Agência Brasil

Publicado em: 22/07/2018 15:20 Atualizado em: 22/07/2018 16:40

Falha em radar da Aeronáutica comprometeu o funcionamento dos Aeroportos de São Paulo esta semana. Imagem de Arquivo/Agência Brasil/Agência Brasil
Falha em radar da Aeronáutica comprometeu o funcionamento dos Aeroportos de São Paulo esta semana. Imagem de Arquivo/Agência Brasil/Agência Brasil
Os aeroportos que servem a capital paulista funcionam normalmente hoje (22) após enfrentarem uma série de problemas com uma falha nos radares. As instabilidades no sistema operado pela Aeronáutica chegaram a levar ao fechamento do Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista, por mais de quarenta minutos na manhã de sexta-feira (20). Com isso, o terminal chegou a ter 21 partidas atrasadas, das 110 realizadas para aquela manhã, além de dois cancelamentos.

O Aeroporto de Guarulhos também enfrentou problemas. Apesar de não ter havido interrupção na operação, o terminal informou que foram registradas seis falhas nos radares em um período de cerca de 12 horas. O aeroporto recebeu 84 voos atrasados naquela manhã e teve oito chegadas canceladas, de um total de 201 pousos. Até ontem (21), os aeroportos ainda enfrentavam reflexos das falhas.

Hoje, no entanto, apenas 13 dos 169 pousos realizados em Guarulhos até o início da tarde excederam o horário previsto em mais de 30 minutos. Entre as 157 decolagens, 13 registraram atrasos. Em Congonhas, apenas dois dos 72 voos previstos até às 13h tinham registrado atraso.

Fornecimento de energia

Segundo a Aeronáutica, a instabilidade no sinal de radares foi causado por problemas no fornecimento de energia elétrica. Entre o final da noite de quinta-feira (19) a e manhã de sexta (20) o radar da Área de Controle Terminal de São Paulo sofreu uma transição do fornecimento de energia do sistema de abastecimento comercial para o gerador próprio da Força Aérea. O abastecimento de energia elétrica só foi normalizado ao meio dia.

“O Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA) adotou ao longo de sexta-feira medidas para regularizar o fluxo de tráfego aéreo”, disse, em nota, a Aeronáutica. Uma das medidas adotadas foi a ampliação, nesta sexta-feira, do horário das operações dos aeroportos Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e Congonhas, em São Paulo, acrescentou o texto. Segundo a Aeronáutica, em nenhum momento a segurança de voo foi comprometida.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas