Apoio Pernambucanos partem rumo a Brumadinho

Publicado em: 30/01/2019 21:09 Atualizado em:

Na madrugada desta quinta (31), um grupo de voluntários pernambucanos embarca rumo a Brumadinho (MG) para ajudar as equipes que trabalham no acolhimento às famílias que perderam parentes na tragédia. Inicialmente, oito integrantes da ONG Novo Jeito, que coordenaram campanhas em prol das vítimas de catástrofes em Pernambuco, como as enchentes que devastaram a Mata Sul em 2010 e 2017, vão até a cidade para dar suporte no gerenciamento e mobilização de voluntários. Atualmente, há milhares de pessoas seguindo para Brumadinho interessadas em ajudar de alguma forma, mas não há organização dos voluntários nem conhecimento sobre as demandas necessárias para direcioná-los. 

A partir do Novo Jeito foi criada a plataforma Transforma Brasil, que cadastra voluntários interessados em doar seu tempo. A plataforma foi colocada à disposição das autoridades mineiras e já conseguiu cadastrar mais de 7 mil voluntários desde a última sexta-feira (25), quando aconteceu a tragédia. Desde a última segunda-feira, médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, veterinários e diversos outros voluntários que se cadastraram na plataforma já estão atuando na cidade. Até o fim de semana, outros voluntários devem atuar na limpeza e distribuição de donativos. As demandas estão sendo planejadas em parceria com a prefeitura de Brumadinho e o Governo de Minas Gerais. O cadastramento é prioritário para moradores da Região Metropolitana de Belo Horizonte, devido às dificuldades de acesso à área, mas qualquer pessoa pode se cadastrar no endereço: www.transformabrasil.com.br.

"O Novo Jeito nasceu a partir de uma grande emergência e todos os voluntários se tornaram apaixonados por ajudar quem precisa. Está no nosso DNA. Vários desdobramentos já nasceram a partir desse movimento e por isso fomos chamados para levar solidariedade e nossa expertise até Brumadinho, onde tantas pessoas estão sofrendo nesse momento tão difícil. Não poderíamos deixar de atender a esse pedido", afirma Fábio Silva, criador da ONG Novo Jeito e da plataforma Transforma Brasil.

Na tarde desta quarta-feira (30), equipes do Corpo de Bombeiros confirmaram o resgate de 99 corpos na área da tragédia. Deste número, 57 foram identificados, mas 257 pessoas continuam desaparecidas.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas