INSEGURANÇA Morre no HR mulher após ser baleada em atentado no Cordeiro Vítima teria sido vítima de nove disparos, mas Polícia revelou que quatro tiros a atingiram.

Por: Osnaldo Moraes

Publicado em: 22/07/2018 14:07 Atualizado em: 22/07/2018 14:25

Imagem: Reprodução/Facebook
Imagem: Reprodução/Facebook

Ana Karina Chagas Batista da Silva, 36 anos, morreu no Hospital da Restauração, no Derby, Região Centro do Recife, em consequência do atentado que sofreu em frente ao número 143 da Rua Tejipio, no Cordeiro, na Região Oeste. Segundo a Polícia Civil de Pernambuco (PCPE), ainda não se sabe quem efetuou disparos contra a vítima, que foi baleada com quatro tiros e morreu em consequência dos ferimentos.

Informações não oficiais indicam que teriam sido efetuados nove disparos contra Ana Karina, sendo que os tiros a teriam alvejado na cabeça, tórax e braços. O crime ocorreu na noite do sábado e a vítima faleceu durante ainda à noite, depois de dar entrada no HR. Residente na Rua Ourem, em San Martin, Região Sudoeste da Capital, a vítima trabalhava como chefa do almoxarifado de uma rede de postos de combustíveis.

A Polícia Civil de Pernambuco não informou se havia algum registro de ameaça ou agressão anterior contra Ana Karina e instaurou inquérito policial para apurar a autoria e motivação do homicídio. O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) e o caso vai ser investigado pelo delegado Paulo Dias, da 2ª Delegacia de Homicídios da Capital.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas