• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Fim de ano » Quitutes de Natal são feitos com o que é mais apreciado em cada país Inspire-se com os ingredientes que compõem as mesas mundo afora no dia 25 de dezembro. Caso não consiga reproduzir em casa, vá experimentar pessoalmente

Rafaela Pancery - Especial para o Correio - Correio Braziliense

Publicação: 08/12/2016 10:23 Atualização: 05/12/2016 16:22

Foto: Cooking Wise From All World/Reprodução
Foto: Cooking Wise From All World/Reprodução

O ditado “você é o que você come” também é válido na data mais farta do ano. Enquanto as árvores decoradas seguem mais ou menos o mesmo padrão — com estrela no topo, bonecos e bolas coloridas nos galhos —, a comida é feita de acordo com o que é mais apreciado em cada país que celebra a data religiosa. Os quitutes dizem tudo sobre o lugar de onde vêm. Apreciá-los é participar de uma verdadeira imersão cultural.

Ucrânia
No país onde o cristianismo ortodoxo é maioria, a ceia tradicional é composta por 12 pratos — um para cada mês do ano e para cada apóstolo da Bíblia. Peixe em conserva, sopa de beterraba servida com pão de centeio, grãos de trigo adoçados com mel e compotas de frutas são algumas das preparações mais comuns.

Foto: Observatório da Língua Potuguesa/Reprodução
Foto: Observatório da Língua Potuguesa/Reprodução

Angola

Nas maiores cidades do país, a ceia é parecida com a brasileira por causa da influência de Portugal. Há bacalhau, batatas, rabanada e bolo-rei, que leva frutas e bastante açúcar. No interior, as condições socioeconômicas ditam o que vai à mesa. Os pratos são feitos à base de amendoim, mandioca, batata-doce, banana e óleo de palma.

Foto: Food Blog/Reprodução
Foto: Food Blog/Reprodução

Estados Unidos
A ceia começa com as entradas: sopa e cogumelo recheado. Os pratos principais são vários: peru, costela de porco e presunto. Batatas, vagem e saladas servem de acompanhamento e as sobremesas alternam entre os tradicionais biscoitos — de gengibre, açúcar, chocolate ou amêndoas —, torta de frutas e torta de abóbora.

Foto: Vanasheres Here/Reprodução
Foto: Vanasheres Here/Reprodução

Islândia
Há três ceias no país. No dia 23/12, a tradição é comer peixe. O prato mais exótico é tubarão cru e apodrecido, degustado em cubinhos, com aguardente. Na noite seguinte, é a vez do peru assado com batatas caramelizadas, salada de maçã, aipo, nozes e uvas. O almoço do dia 25 é marcado pelo cordeiro defumado. A bebida tradicional é o Jólaöl, que mistura cerveja de malte sem álcool e um refrigerante de laranja produzido lá mesmo.

Foto: Wanderim Weeta/Reprodução
Foto: Wanderim Weeta/Reprodução

México
A ceia tem espaço para refeições leves: a salada noche buena é uma mistura de folhas, queijos, castanhas e gomos de romã. Uma sopa chamada pozole também faz sucesso: é feita de frango ou porco e servida com legumes, abacate e limão. Romeritos fecham o cardápio do dia: trata-se de um cozido de folhas servidos com bolos de camarão e lula.

Foto: About Australia/Reprodução
Foto: About Australia/Reprodução

Austrália
Como a data coincide com o verão, tudo que é refrescante é bem-vindo. O almoço tem como prato principal o camarão. Quem quer fartura também inclui marrons – crustáceos similares à lagosta, peru e carne de porco. Mangas estão sempre presentes em coquetéis ou molhos; cerejas compõem sobremesas e bebidas.

Foto: Today Costa Rica/Reprodução
Foto: Today Costa Rica/Reprodução

Costa Rica
Tamale — prato à base de pasta de milho, recheado com carne de porco e assado como se fosse uma pamonha —, de pernas de porco servidas com salada, arroz e batatas não podem faltar na ceia.
A bebida mais preparada é o eggnog, feito de ovos, leite e rum. Há quem acrescente canela, noz-moscada, coco e essência de baunilha.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.



Últimas