• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Rio de Janeiro » Arraial do Cabo seduz com seu mar azul-turquesa e areia branquinha Como a vizinha Cabo Frio, Arraial é ideal para a prática do surfe, do kitesurfe e do windsurfe

Publicação: 12/08/2016 10:39 Atualização: 12/08/2016 11:26

O mergulho também é muito praticado na região Foto: Iara Caramori/CB/D.A Press (O mergulho também é muito praticado na região Foto: Iara Caramori/CB/D.A Press)
O mergulho também é muito praticado na região Foto: Iara Caramori/CB/D.A Press
Arraial do Cabo está a menos de 20 minutos de Cabo Frio e a uma hora de Búzios. Mesmo que o turista não queira se hospedar na cidade, é possível ir até lá para aproveitar o dia, já que está tão próxima de municípios mais badalados pelos visitantes.

As praias são os principais atrativos da região. As águas cristalinas e as areias brancas deram a Arraial do Cabo o título de Caribe brasileiro. Apesar da comparação, a cidade fluminense é bem mais simples e calma que os balneários caribenhos. Mesmo assim, é impossível não se encantar por esse pedaço do paraíso.

Como a vizinha Cabo Frio, Arraial é ideal para a prática do surfe, do kitesurfe e do windsurfe. O mergulho também é muito praticado na região. Além dos batismos, é possível ir mais fundo e ver vários barcos naufragados na costa. Mas prepare-se para encontrar águas geladas em todas as praias do município.

Profundeza
A água na Região dos Lagos tem baixa temperatura por causa do fenômeno da ressurgência, que traz águas profundas para a superfície. Ricas em nutrientes, atraem várias espécies de peixes e frutos do mar.

Praia Grande
Uma das mais famosas de Arraial do Cabo. É lá que os surfistas se reúnem no verão. Apesar de ser um lugar de badalação, é possível encontrar pontos de tranquilidade ao longo dos 40km de extensão da praia. Sentar-se na areia para apreciar o sol se pôr no oceano é um ótimo programa para quem visita o local. O Turismo indica outras praias para aproveitar no município fluminense:

Prainha
É uma das preferidas das famílias, por causa de suas águas calmas e um pouco menos geladas. Os principais atrativos são passeios de banana boat, caiaques e prática de apneia durante o mergulho. No canto direito da praia, o turista pode fazer uma trilha de 10 minutos que leva à Praia de Graçainha. A pequena faixa de areia e águas transparentes é parada obrigatória para quem quer praticar a pesca artesanal.

Praia do forno é cercada pela Mata Atlântica Foto: Reprodução/Flickr (Praia do forno é cercada pela Mata Atlântica Foto: Reprodução/Flickr)
Praia do forno é cercada pela Mata Atlântica Foto: Reprodução/Flickr

Praia do Forno
O acesso é feito por barco. Os mais dispostos podem se aventurar por uma trilha de 500 metros. A caminhada rende belas fotos da paisagem. Um pouco afastada da cidade e cercada pela Mata Atlântica, a Praia do Forno é uma das preferidas dos turistas. Aproveite a visita à enseada para almoçar no Restaurante Flutuante. Além das refeições, o local reserva uma área para mergulho e snorkelling. Os barcos para a Praia do Forno saem da Praia dos Anjos. O translado de aproximadamente 10 minutos custa R$ 10.

Praia Brava
Com ondas tubulares perfeitas, tornou-se a queridinha dos surfistas. A areia, no entanto, aparece apenas nos dias de maré baixa. O acesso é feito de carro até o Pontal do Atalaia, onde é preciso estacionar e terminar o percurso por uma trilha. O local é ideal para quem gosta de praias selvagens: não tem quiosques e é muito difícil ver vendedores pelas areias.

Em busca do visual perfeito
Dona de cenários tão bonitos, Arraial do Cabo tem diversos pontos turísticos de onde se tem uma visão privilegiada de toda a cidade. O Pontal do Atalaia é um deles. No topo do mirante, é possível ver a Ilha do Francês, a Praia Brava e o morro onde o vigia de pesca orienta outros colegas sobre a localização exata dos cardumes. O acesso pode ser feito de carro ou a pé, a partir da Praia Grande. Aproveite a ida ao mirante e siga para a Praia Brava e para as prainhas do Pontal do Atalaia.

Arraial do Cabo tem faróis para chamar de seus. Construído em 1836, o Farol Velho é um dos locais ideais para se apreciar as belezas do município fluminense. Do alto da construção de 395 metros, é possível observar outras cidades da Região dos Lagos. Por estar na maior parte do tempo coberto por nuvens, foi desativado e substituído por outro para cumprir o papel de auxiliar a navegação. Daí surgiu o Farol Novo, localizado na Ponta do Focinho, que está em funcionamento e também é aberto aos turistas.

Acesso
O acesso aos dois monumentos pode ser feito de barco. Se a opção for essa, os visitantes não conseguem se aproximar dos faróis — o passeio é feito apenas nas águas. Quem quiser conhecer de perto o interior dos faróis precisa ficar atento à autorização da Marinha. Trilhas são organizadas para lá todas as semanas, alternando entre o Farol Velho e o Novo. Mais informações no site.

Estique o passeio e conheça a Praia da Ilha do Farol. Controlada pela Marinha, a região foi considerada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) como uma das praias mais perfeitas do Brasil. Os critérios para a escolha foram cor e temperatura da água, tonalidade da areia e velocidade do vento.

Onde se hospedar

Pousada do Capitão
Informações: (22) 2622-1143

Pousada Timoneiro
Informações: (22) 2622-4751

Pousada Capitão N’Areia
Informações: (22) 2622-1029

Operadoras de mergulho

Deep Trip
Informações: (22) 2622-1800

Ocean Sub
Informações: (22) 2622-4642

Acqua World
Informações: (22) 2622-2217

Passeios de barco

Arraial Tur
Informações: (22) 2622-1340

Gruta Azul
Informações: (22) 2622-2554

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.



Últimas