Tecnologia Samsung lança aplicativo que ensina cegos a tocarem violão Aplicativo está disponível para Android; Marca lança nova websérie sobre uso exagerado da tecnologia

Por: Júlia Galvão

Publicado em: 22/08/2018 20:39 Atualizado em: 23/08/2018 14:31

Foto: Samsung/Divulgação
Foto: Samsung/Divulgação
SÃO PAULO - Transformar obstáculos em superação é a principal proposta do aplicativo Samsung Audio Acordes, que ensina pessoas com deficiência visual a tocarem violão de forma prática e intuitiva. O projeto foi desenvolvido no Brasil e a partir desta quarta-feira (22) está disponível, no primeiro momento, na Play Store para tablets e smartphones Samsung, além do site.

Por comando de voz, o aplicativo funciona como um dicionário de acordes. A escolha por esse sistema inovador se deu pela constatação de dados alarmantes: apenas 10% dos brasileiros, que têm alguma deficiência visual, sabem ler em braille. O professor de música Laercio Sant’anna é deficiente visual e foi um dos consultores para ajudar no desenvolvimento do aplicativo. Ele, amante da música e especialmente do violão, relata que era muito difícil conseguir tocar e ler ao mesmo tempo. "Perde a continuidade, a sensação natural da música", ressalta. 

Com promessa de amadurecer, a ferramenta já conta com 30 músicas no repertório, permitindo salvar as músicas favoritas para compartilhar nas redes sociais. Não é preciso ser um músico nato, as aulas foram desenvolvidas tanto para iniciantes quanto para praticantes. 

Andréa Mello, Diretora de Marketing Corporativo da Samsung, conta que o grande diferencial é acreditar no potencial humano e no poder transformador da música e da tecnologia. "O aplicativo é um esforço da empresa para oferecer às pessoas com deficiência visual a oportunidade de seguirem com o sonho de aprender a tocar violão. Seu desenvolvimento foi pensado de forma a oferecer total suporte e acessibilidade, mesmo para aqueles que estão em seus primeiros acordes", pontua. 

Esse não é o primeiro passo da Samsung na questão acessibilidade. Nos últimos anos, a empresa tem tomado iniciativas como o #Pracegover nas mídias sociais, o hand talk - avatar animado em libras no site da Samsung, produtos com função de acessibilidade para cego e surdo, entre outras. 

Nova websérie
Após os lançamentos das branded content, Samsung é Mais Jogo, protagonizada pelo técnico Tite e que aborda questão do bullying na infância, e Tech Girl, sobre empoderamento feminino, chegou a vez da websérie Reconectados.

A campanha tem como base uma pesquisa encomendada à Mind Miners, onde 400 consumidores de diferentes perfis - jovens adultos, geração Y (ou millenials) e integrantes de jovens famílias, foram ouvidos para saber como se relacionam com a tecnologia.

Segundo prévia do estudo, 94,8% dos respondentes disseram usar o celular mais de dez vezes por dia. Millennials usam um pouco mais, 96,2%. Além disso, 64,3% dos entrevistados concordam que a tecnologia nos afasta do contato físico com as pessoas.

"As primeiras análises desse estudo revelam números impressionantes. O novo conteúdo da marca Samsung pretende retratar, por meio de histórias inspiradas no cotidiano, como as pessoas usam a tecnolgia e de que forma elas podem melhorar essa relação e a sua própria vida fora das telas", diz Andréa Mello, Diretora de Marketing Corporativo e Consumer Electronics da Samsung Brasil.

Ao longo do mês de setembro, a campanha será distribuída em três episódios, com aproximadamente 3 minutos de duração. Com uma narrativa acessível e  divertida, as histórias são retratos de cenas que se tornaram comuns no dia a dia das pessoas. Conheça a websérie Reconectados:

*** Repórter viajou a convite da Samsung



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas