Usuários Facebook se defende de ter transmitido dados a fabricantes de celulares A rede social também disse que estava 'em desacordo' com as conclusões do jornal The New York Times

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 04/06/2018 18:19 Atualizado em:

Foto: Reprodução/Internet
Foto: Reprodução/Internet
O Facebook manifestou nesta segunda-feira (4) que não está ciente de um eventual acesso fraudulento aos dados pessoais de seus usuários e de seus "amigos" por parte dos fabricantes de smartphones há vários anos. 

A rede social também disse que estava "em desacordo" com as conclusões do jornal The New York Times, que afirmou em uma matéria que fabricantes puderam ter acesso aos dados pessoais dos usuários sem seu consentimento mediante a instalação de uma interface do Facebook em seu smartphone. 

Essas transferências podem ter acontecido depois do acordo alcançado em 2011 entre o Facebook e a Comissão Federal de Comércio (FTC) para proteger melhor os dados de seus usuários, que somente poderiam ser transferidos com seu consentimento explícito. 

A rede social se viu envolvida nos últimos meses no escândalo da Cambridge Analytic, empresa britânica acusada de ter coletado e usado sem consentimento os dados pessoais de 87 milhões de usuários com fins políticos, inclusive para fazer o Brexit ganhar no Reino Unido e Donald Trump nas eleições presidenciais dos Estados Unidos. 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas