• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Redes sociais » Facebook reitera desculpas por escândalo com a Cambridge Analytica

Agência Estado

Publicação: 25/03/2018 18:02 Atualização:

O presidente executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, recorreu a anúncios pagos nas edições deste domingo de diversos jornais dos Estados Unidos e do Reino Unido para pedir desculpas pelo escândalo envolvendo a consultoria Cambridge Analytica, que fez a rede social perder quase US$ 50 bilhões em valor de mercado na última semana.

As políticas de privacidade do Facebook vêm sendo alvo de fortes críticas após a veiculação da notícia de que a empresa de análise de dados Cambridge Analytica, que trabalhou para a campanha presidencial de Donald Trump nos EUA em 2016, obteve dados de usuários da rede social de forma irregular. A consultoria teria criado grupos de perfis psicológicos como estratégia para influenciar como americanos votariam e pensariam sobre política.

Os anúncios assinados por Zuckerberg dizem que as informações de milhões de pessoas foram obtidas há quatro anos por um pesquisador da Universidade de Cambridge a partir do questionário de um aplicativo. "Essa foi uma quebra de confiança e peço desculpas por não termos feito mais (a respeito) na época. Estamos agora tomando medidas para garantir que isso nunca mais aconteça", afirma o texto do material.

Zuckerberg escreve ainda que o Facebook suspeita "que haja outros" aplicativos coletando dados de forma irregular. "Quando os acharmos, vamos bani-los e avisar a todos (os usuários) que foram afetados."

Entre os jornais em que os anúncios foram publicados estão o New York Times e o Washington Post, nos EUA, e o Sunday Times e o Sunday Telegraph, no Reino Unido.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.



Últimas