Notícias, Esporte, Pernambuco, Política, Tecnologia, Vídeos, Fotos, Mundo, Divirta-se

Diario de Pernambuco Assine o Diario Central de assinantes
Pernambuco.com

Recife, 11/DEZ/2017

  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

REDES SOCIAIS » Adeus, Orkut! Há três anos rede social se despedia e deixava milhões de usuários saudosos Plataforma conquistou vários usuários fiéis ao longo de sua existência, principalmente no Brasil, onde o público passou de 40 milhões de internautas

Diario de Pernambuco

Correio Braziliense

Publicação: 30/09/2017 10:46 Atualização: 30/09/2017 16:05

Orkut foi pioneiro e criou tendências que são seguidas até hoje - Foto: Divulgação/Google
Orkut foi pioneiro e criou tendências que são seguidas até hoje - Foto: Divulgação/Google

Era para ser apenas mais um serviço da internet que se encerra e deixa saudades aos seus usuários, mas o fim da rede social Orkut, no dia 30 de setembro de 2014, marcou a trajetória de milhões de internautas, principalmente os brasileiros, que começaram a conhecer a web por meio dessa ferramenta.

A rede tornou-se espaço próprio tanto de interação e experimentação, quanto de excessos por partes dos membros. Era possível postar depoimentos particulares ou públicos chamados de  "testimonials", e até mesmo testar a criatividade ao fazer imagens com a combinação de caracteres no "scrapbook", espaço voltado para recados no perfil de cada usuário.

O Orkut surgiu em janeiro de 2004, a partir do projeto inicial chefiado pelo engenheiro turco da Google, Orkut Büyükkökten, que deu seu nome a ferramenta. A ideia era criar uma rede entre as pessoas  com foco no público norte-americano. Porém, a ferramenta popularizou-se mais na Índia e no Brasil. Assim, em 2005, o Orkut recebeu versões em outros idiomas, para além do inglês: francês, italiano, alemão, castelhano, japonês, coreano, russo e chinês.

As comunidades mais famosas atraiam centenas de milhares de usuários. "Eu odeio acordar cedo", "Queria sorvete, mas era feijão", "Tocava a campainha e corria" e tantas outras marcaram a vida dos brasileiros que tiveram sua primeira experiência com redes sociais no Orkut, muito antes do Facebook se popularizar por aqui. Segundo o Google, de longe, fomos o país que mais se entusiasmou e gerou conteúdo na plataforma. "Um povo social", como dizem especialistas.

Utilizando conceitos trazidos dos fóruns da internet, as comunidades do Orkut permitiam a discussão de temas por bloco com a participação de um mediador, que ajudava o dono da comunidade a fazer a administração do espaço.

Em 2008, o Google Brasil já dominava o controle das decisões da rede social, uma vez que o seu público brasileiro era estimado em mais de 40 milhões de usuários na época. Houveram alguns avanços, como a inserção de um sistema para sugerir amigos de amigos.

Contudo, em 2009, o Orkut mudou seu layout (sendo chamado de Novo Orkut) em uma tentativa de conter a ascensão do Facebook, que se tornava mais popular. Em 2011 ocorreram mudanças na própria logo, que não conseguiu manter um ambiente atraente.

A decadência aconteceu em 2012, quando o Facebook passou a ter mais usuários do que o Orkut. Em 2013, redes sociais menos expressivas no mercado venceram o Orkut em números de usuários. Assim, com a mudança de postura do Google sobre as redes e o investimento no Google Plus, que chegou a integrar a base de dados do Orkut, a rede social que acompanhou a inserção de muitos brasileiros à internet chega ao fim no dia 30 de setembro de 2014.

Pouco tempo após o seu término, em 2014, a Google presenteou os saudosistas do Orkut, e disponibilizou um acervo gratuito com todas as comunidades da rede. Os usuários mais nostálgicos puderam acessar as comunidades antigas das quais faziam parte e entrar nos fóruns, onde os tópicos antigos com todas as discussões haviam sido preservados. As comunidades estão listadas em ordem alfabética, o que deixava mais fácil a busca por aquela página.%u201CCom o objetivo de preservar a história de conexões e conversas do Orkut, esse arquivo traz todo o conteúdo público dessas comunidades%u201D, dizia o texto de apresentação da página.

Porém, em abril deste ano, a Google anunciou que iria descontinuar o arquivo público com comunidades da rede social para sempre. O site, com o histórico de mais de 50 milhões de comunidades do Orkut, catalogadas por nome, saiu do ar de uma vez por todas em 15 de maio. 
"Para alguns, vai ser impossível esquecer, e ainda renderá boas histórias para contar. Para nós, que em 2014 demos adeus ao Orkut, chegou a hora de dar mais um passo. Depois de mais de dois anos online para os nostálgicos, vamos descontinuar o arquivo com as comunidades públicas do Orkut", dizia o post no site.

Curiosidades:

> No começo da rede, era preciso receber o convite de um amigo para acessar à rede. Depois, o acesso tornou-se disponível a qualquer pessoa que fizesse um cadastro.

> Em abril de 2006, o Orkut permitia saber quem visualizou o seu perfil. O recurso mostrava os últimos cinco membros a visualizar sua página com informações básicas.

> O sucesso da ferramenta permitiu a experimentação de várias alternativas, como a inserção de vídeos do Youtube, mas algumas delas geraram estranhamento.

Confira algumas das melhores comunidades do Orkut:
 
 




30.09.2017 - 3 anos do fim do Orkut

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.









SIGA

Facebook

Google+

Twitter

Rss

[X Fechar]