Saúde É tempo de pulgas e carrapato: confira as dicas para evitar doenças Chuva forte, calor e sol: essa é a combinação perfeita para a proliferação de pulgas, carrapatos e outros parasitas

Por: Paloma Oliveto - Correio Braziliense

Publicado em: 15/01/2018 17:00 Atualizado em:

Foto:  Reprodução (Foto:  Reprodução)
Foto: Reprodução
Estamos no verão, estação marcada por dias de muito sol, temperaturas mais altas, chuva forte e um ambiente perfeito para parasitas. Pulgas, carrapatos e mosquitos adoram esse clima e, por isso, os cuidados com os pets devem ser redobrados.

Pulgas e carrapatos podem sobreviver em um ambiente por diversos meses em fases imaturas e é justamente durante períodos mais quentes e úmidos que concluem seu ciclo e tornam-se adultos, assumindo a forma encontrada nos pets. E é no verão que animais de estimação ficam mais vulneráveis e infestações acontecem com mais frequência, seja por conta de ambientes infectados ou transmissão de um animal para outro durante passeios, que também ficam mais frequentes.

Parasitas provocam coceiras, alergias e transmitem doenças graves. A melhor maneira de combatê-los é a prevenção. Para ajudar os tutores a manterem os parasitas longe de casa, confira algumas recomendações da Comissão de Animais de Companhia do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal:

- Mantenha a higiene do pet em dia com banhos e tosas regulares e utilização de produtos recomendados para prevenção e controle de parasitas no ambiente que ele vive;

- Consulte o veterinário assim que perceber algo fora do normal. Quanto antes a presença de parasitas for detectada, mais fácil e rápido será se livrar deles.

- Após os passeios, reforce a procura por parasitas e fique de olho no comportamento do seu pet nos dias seguintes. Pulgas saltam altas distâncias e podem, facilmente, ir de um pet a outro.

- Use somente produtos adequados para a proteção de cães ou gatos contra os parasitas e indicados pelo veterinário. A eliminação ainda na fase imatura das pulgas reduz a infestação ambiental.

- Gatos também têm problemas com parasitas, merecem atenção especial e medicamentos que os protejam de infestações, principalmente por pulgas.

- Cheque as dobrinhas e os pelos do pet. Carrapatos podem se esconder debaixo da pelagem ou em locais menos expostos, como entre os dedos ou dentro das orelhas


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas