• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Medo » Cão se assusta com fogos de artifício e se enconde dentro de viatura policial O caso que vem ganhando maior repercussão nas redes sociais foi divulgado pela Polícia Militar de São Paulo

Diario de Pernambuco

Publicação: 03/01/2018 10:40 Atualização: 03/01/2018 10:43

Foto: Polícia Militar/Divulgação  (Foto: Polícia Militar/Divulgação )
Foto: Polícia Militar/Divulgação


Com o fim de ano bem festivo e muitos fogos de artifícios sendo soltados para comemorar, os pets não tiveram outra escolha além de se esconder do barulho intenso. Rojões foram o grande pavor dos animais, que procuraram qualquer abrigo, inclusive viaturas políciais.

O caso que vem ganhando maior repercussão nas redes sociais foi divulgado pela Polícia Militar de São Paulo. Na avenida Sabino Bolla, em Barra Bonito, um cachorro chegou apavorado durante a queima de fogos para se esconder dentro do carro policial. 

De acordo com o grupo de guardas, o animal entrou no banco traseiro do veículo, se encolheu e permaneceu lá bem "quietinho" cerca de 30 minutos após a queima dos fogos. 

Segundo o sargento entrevistado pelo G1, o cachorro era um vira-lata macho de porte médio. "Ele ficou bastante ofegante, mas depois se acalmou", comenta João Leonei Montai Messias. 

De onde vem o medo? 
Devido a audição sensível dos cães, o barulho dos fogos de artifício podem chegar a ser insuportável para o animal. Eles são capazer de localizar com precisão a direção da origem do som em apenas 6 centésimos de segundo, até 45 mil hertz, ou mesmo ouvir quatro vezes mais longe que os humanos. Quando estão em pânico, os cães podem até chegar a óbito, principalmente os que têm problemas cardíacos.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.



Últimas