Notícias, Esporte, Pernambuco, Política, Tecnologia, Vídeos, Fotos, Mundo, Divirta-se

Diario de Pernambuco Assine o Diario Central de assinantes
Pernambuco.com

Recife, 27/MAI/2017
 
cheia

  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Ajuda » Cadela é queimada com água quente enquanto dormia no Janga A cadela foi resgatada por três jovens, depois que elas tiveram conhecimento do caso por meio de uma denúncia feita no Facebook

Diario de Pernambuco

Publicação: 03/11/2016 08:27 Atualização: 03/11/2016 09:54

Para continuar o tratamento da cadela, chamada de Pretinha, as jovens pedem por doações. Foto: Liliane Almeida/Cortesia
Para continuar o tratamento da cadela, chamada de Pretinha, as jovens pedem por doações. Foto: Liliane Almeida/Cortesia

Uma cadela de rua foi resgatada na comunidade do Tururu, no bairro do Janga, em Paulista, depois de ter sido queimada com água quente. O filhote do animal, de aproximadamente cinco meses, não resistiu aos ferimentos e morreu. A cadela foi resgatada pela universitária Liliane Almeida e duas amigas, depois que elas tiveram conhecimento do caso por meio de uma denúncia feita no Facebook. As jovens encontraram o animal bastante ferido e com fome. 

"Vimos a postagem no Facebook e resolvemos resgatá-la. O estado dela era muito delicado e ela estava com partes necrosadas. Prestamos os primeiros socorros e depois levamos para uma clínica. Ela estava muita debilitada, precisou até mesmo de uma doação de sangue", contou Liliane.

Os primeiros socorros foram feitos na clínica veterinária Pet Social, mas o animal precisou ser transferido para a clínica Animania, no bairro da Torre. Para continuar o tratamento da cadela, chamada de Pretinha, as jovens pedem por doações. O resgate aconteceu no dia 21 de outubro e apenas na última terça Pretinha conseguiu ficar de pé. Ela precisou ainda terá que realizar um raio-x (para identificar possíveis fraturas) e um procedimento cirúrgico.

Como ajudar
As pessoas podem colaborar com ração, sachê de carne (já que ela sente dor ao mastigar), pomada cicatrizante e ração. Também é possível ajudar indo na clínica veterinária ou com doações em dinheiro na conta poupança da Caixa Econômica em nome de Liliane Almeida (Agência 4815. Op 013. Conta 2818-9) e na conta corrente em nome de Rayssa Guimarães (Agência 2805-3. Conta 57126-1). Os telefones de contato para quem quiser contribuir são (81) 98897-0733 (Liliane) e (81) 98759-7647 (Vanessa) e Rayssa (81) 9934-4463.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.









SIGA

Facebook

Google+

Twitter

Rss

[X Fechar]