• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Morre popular canguru-arborícola do zoológico de Miami aos 27 anos Segundo a instituição, o exemplar mais antigo do mundo e um dos animais mais populares do local turístico

AFP - Agence France-Presse

Publicação: 13/01/2016 18:01 Atualização: 13/01/2016 18:10

Patty era um "artista", segundo o zoológico, porque realizou vários desenhos. Foto: Reprodução
Patty era um "artista", segundo o zoológico, porque realizou vários desenhos. Foto: Reprodução

Um canguru-arborícola de Huon que, com 27 anos, era, segundo o zoológico de Miami, o exemplar mais antigo do mundo e um dos animais mais populares do local turístico, morreu nesta quarta-feira, informou a instituição.

"Patty", um peludo marsupial de cor marrom, há algumas semanas apresentava uma piora em sua saúde e havia perdido o apetite, afirmou em comunicado o zoológico de Miami, uma das atrações mais visitadas na cidade do sudeste norte-americano.

Os veterinários prolongaram sua vida com medicamentos, mas "sua saúde piorou a um ponto que nenhum dos tratamentos funcionada e hoje foi necessário tomar a difícil decisão de sacrificá-lo", afirmou a instituição.

Com mais de 27 anos, Patty era o canguru-arborícola de Huon ('Dendrolagus matshiei') mais antigo já registrado, informou o zoológico.

Patty também era um "artista", segundo o zoológico, porque realizou vários desenhos: a forma de suas patas lhe permitia sustentar pincéis e "pintar de maneira muito similar aos humanos".

O animal nasceu em 3 de agosto de 1988 no zoológico Riverbanks em Columbia, Carolina do Sul (sudeste), e um ano mais tarde foi transportado para Miami, onde viveu desde então. Teve quatro crias, que foram levadas para outras instituições.

O canguru arborícola de Huon é uma espécie em perigo de extinção originária da península de Huon em Papua Nova Guiné.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.



Últimas