projeto Nutella cria plano para contornar falta de avelãs Grupo proprietário da marca pretende expandir a área de plantio do fruto na Itália em 30% até 2025

Por: Estado de Minas

Publicado em: 07/04/2018 19:23 Atualizado em: 07/04/2018 19:26

Foto: Reprodução/Internet
Foto: Reprodução/Internet

Movido pela falta de avelãs italianas, o grupo Ferrero, proprietário da Nutella, está promovendo um projeto para desenvolver novas plantações de árvores aveleiras no país. Chamada "Projeto Avelã Itália", a iniciativa tem como objetivo expandir a área de plantio em 20 mil hectares até 2025, número 30% maior do que o tamanho atual.

O projeto também visa valorizar a agricultura local. Embora a Ferrero use aveleiras de diversas partes do mundo, com o "Avelã Itália" haverá uma atenção voltada à produção local. O país da bota possui grande potencial de desenvolvimento, graças a um vasto território já voltado ao cultivo das variedades de avelã.

Além disso, a Itália é a segunda produtora do fruto no mundo, responsável por 12% do mercado global. Em primeiro lugar está a Turquia, que produz 70% do total consumido pelo planeta. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas