Festival Restaurantes de Olinda oferecem pratos inspirados em Fernando Pessoa durante a Fliporto Receitas exclusivas ficam no cardápio dos nove estabelecimentos até o dia 15 de novembro

Por: Katarina Bandeira

Publicado em: 12/11/2015 20:55 Atualizado em:

Bacalhau é estrela no prato do Oficina do Sabor, do chef César Santos. Foto: Paulo Paiva/DP/D.A.Press
Bacalhau é estrela no prato do Oficina do Sabor, do chef César Santos. Foto: Paulo Paiva/DP/D.A.Press


Alberto Caeiro, Ricardo Reis, Eduardo Lança e muitos outros dos mais de 70 heterônimos de Fernando Pessoa figuram não somente nas obras escritas pelo poeta português, mas também nos pratos de nove restaurantes olindenses até o domingo (15), durante a programação da 11ª edição da Festa Literária Internacional de Pernambuco (Fliporto), que tem o escritor como homenageado.

Para iniciar o tour gastro-literário, o Oficina do Sabor, comandado pelo renomado chef César Santos, apresenta o Bacalhau coco verde à Pad Zé (R$ 48). A receita é formada por um lombo de peixe ao molho de leite de coco com coentro, acompanhado de batata doce e arroz. A inspiração dos pratos este ano é justamente atentar para as raízes do autor ou de seus pratos favoritos. No caso, o bacalhau entra como um dos símbolos da gastronomia portuguesa e Pad Zé corresponde a Pedro da Silva Sales, uma das figuras de Pessoa.

Em um dos escritos, Pessoa chegou a dizer que “a fome só se satisfaz com a comida e a fome da imortalidade com a própria imortalidade” e é justamente o que tenta passar o roteiro gastronômico da Fliporto. Para os ávidos em beber das fonte da imortalidade do poeta, os livros, e para que não fiquem sem satisfazer outros prazeres, a comida. Pois, como dizia o Fernando, “Ambos são os verdadeiros instintos”.

Bruschetta é destaque na Estação Quatro Cantos. Foto: Fliporto/Divulgação
Bruschetta é destaque na Estação Quatro Cantos. Foto: Fliporto/Divulgação


Ainda com a típica iguaria portuguesa, o Patuá, do chef Alcindo Queiroz, montou sua homenagem. Chamado de Bacalhau ao forno à Alberto Caeiro (R$ 58) – uma das mais famosas personalidades do poeta -, o prato leva também batatas rústicas com ervas, alecrim, estragão e orégano, deitados em uma cama de azeite.

Quem quer apenas fazer um lanche entre uma atração e outra do evento também encontra opções. O Prego no pão à Parry (R$ 10), da Bodega do Véio, feito pela chef Taciana Aguiar, é um sanduíche com filetes de pernil assado na chapa e pimentas. Outro que também traz um prato mais prático para os visitantes é o Café Estação Quatro Cantos, com uma Bruschetta de punheta à Ricardo Reis (R$ 22), outro popular heterônimo de Fernando Pessoa. A receita leva bacalhau, pimentão vermelho e azeitona preta e tem esse nome por conta da maneira como é preparada, usando a força dos punhos.

Fugindo do peixe, mas mantendo a linha marítima, a Trattoria Don Francesco aposta nos ingredientes frescos e massa artesanal com um Fetuccine com camarões e molho de tomates, cenoura e ervas aromáticas (R$ 47). É um toque italiano ao peso do escritor português, e bem porção generosa, claro…

Trattoria Don Francesco deixa o bacalhau de lado e investe no camarão. Foto: Fliporto/Divulgação
Trattoria Don Francesco deixa o bacalhau de lado e investe no camarão. Foto: Fliporto/Divulgação


+ MENUS

Oficina do Sabor – chef César Santos
Endereço: Rua do Amparo, 335
Prato: Bacalhau Coco Verde a Pad Zé
Lombo de bacalhau ao molho de leite de coco com coentro. Prato é servido com batata doce e arroz.
Valor: R$ 48
Informações: 3429-3331 ou 3439-1826

Tribuna Sabores Ibéricos – chef Jaime Alves
Endereço: Rua São Bento, 210
Prato: Polvo Assado a Eduardo Lança
Polvo assado no forno com batata ao murro, alho, azeite e pápricria.
Valor: R$ 40
Informações: 3429-1577

Patuá – chef Alcindo Queiroz
Endereço: Ao lado do Mercado da Ribeira
Prato: Bacalhau ao forno à Alberto Caeiro
Bacalhau ao forno com batatas rústicas com ervas, alecrim, estragão, orégano e manjericão.
Valor: R$ 58
Informações: 3055-0833

Beijupirá – chef Adriana Didier
Endereço: Rua Saldanha Marinho, Alto da Sé
Prato: Casquinho do Beijupirá (entrada) e Bacalheu Bodega de Véio (prato principal)
Versão de peixe tradicional para o casquinho de siri para a entrada. Para o prato principal, posta de bacalhau com crosta de farofa de beiju com especiarias. Acompanha legumes grelhados no azeite e arroz de azeitona.
Valor: R$ 80
Informações: 3439-6691

Bodega do Véio – chef Taciana Aguiar
Endereço: Rua Amparo, 212
Prato: Prego no Pão a Parry
Filetes de sanduíche de pernil assado na chapa com um toque de pimenta do reino e pimenta biquinho.
Valor: R$ 10
Informações: 3429-0185

Trattoria Don Francesco – chef Francesco Carreta
Endereço: Rua Prudente de Morais, 358
Prato: Fettuccine ao camarão a Dr. Pancrácio
Fetuccine feito a mão com molho de camarão e ervas aromáticas.
Valor: R$ 47
Informações: 3429-3852

Maison do Bonfim – chef Jeff Colas
Endereço: Rua Bomfim, 115
Prato: Arroz de Mariscos e crustáceos a Diabo Azul
Arroz, mariscos, sururu, carne de aratu, carne de siri, camarões e temperos.
Valor: R$ 39
Informações: 3429-1674

Endereço: Rua Prudente de Morais, 440
Endereço: Rua Amparo, s/n
Prato: Bacalhau fim de primavera a Álvaro de Campos
Bacalhau selado no azeite de alho, com crosta de farinha de milho acompanhado de purê de batata doce.
Valor: 70
Informações: 3429-6889

Café Estação Quatro Cantos – chef Ticiane Didier
Endereço: Rua Prudente de Morais, 440
Prato: Bruschetta de punheta a Ricardo Reis
Punheta de bacalhau puxado no azeite, cebola, pimentão vermelho  e azeitona preta.
Valor: R$ 22
Informações: 3429-7575

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas