Madonna critica artigo do NYT sobre sua vida aos 60 anos e diz que se sentiu estuprada

Por: FolhaPress - FolhaPress

Publicado em: 07/06/2019 20:35 Atualizado em:

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
A cantora Madonna usou suas redes sociais nesta quinta-feira (6) para criticar um artigo do jornal The New York Times sobre sua vida aos 60 anos. "Dizer que fiquei desapontada seria um eufemismo", afirmou a cantora, que chegou a fazer uma analogia ao estupro que sofreu aos 19 anos.

"Sinto muito por ter passado cinco minutos com ela [a jornalista]. Isso me faz sentir estuprada. E, sim, eu posso usar essa analogia já que eu fui estuprada", afirmou a cantora em sua conta no Instagram. "Mais uma prova de que o New York Times é um dos pais fundadores do patriarcado".

O artigo intitulado "Madonna aos sessenta" foi publicado nesta quarta (5) mostrando a preparação da cantora para o Billboard Music Award, comentando sua nova música, Medelín, gravada em parceria com o colombiano Maluma, a vida dela em Portugal, além de fazer algumas comparações com sucessos atuais da música, como BTS e Taylor Swift.

"A jornalista passou dias e horas comigo e foi convidada para um mundo que muitas pessoas não podem ver, mas optou por focar em assuntos triviais e superficiais, como o tecido das minhas cortinas, e intermináveis comentários sobre minha idade, que nunca teriam sido feitos se eu fosse um homem!", escreveu Madonna. A cantora ainda termina seu comentário falando que continuará lutando contra esse "patriarcado". "Parece que não se pode corrigir a sociedade e sua necessidade interminável de rebaixar, denegrir e depreciar o que sabe que é positivo. Em particular, as mulheres fortes e independentes".

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas